14:06 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Serviço fronteiriço da guarda costeira ucraniana no mar de Azov (foto de arquivo)

    Kiev está se preparando para afundar navios estrangeiros no mar de Azov, declara Donetsk

    © AFP 2018 / Alexander Khudoteply
    Europa
    URL curta
    683

    O Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU) está preparando provocações em grande escala no mar de Azov, declarou o subchefe do comando operacional da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD), Eduard Basurin.

    De acordo com ele, os serviços especiais ucranianos estão preparando para início de 2019 "diversos cenários de provocações nas águas do mar de Azov", incluindo afundamento de embarcações comerciais, "tanto ucraniana quanto estrangeira".

    Sob a cobertura de crescentes tensões, forças ucranianas podem tentar invadir pelo mar o território de Donetsk, ressaltou Basurin à agência de notícias de Donetsk.

    Em 25 de março, o navio pesqueiro russo Nord, que estava navegando com bandeira russa hasteada pelo mar de Azov, foi capturado pela guarda fronteiriça da Ucrânia e acompanhado ao porto ucraniano de Berdyansk.

    Cinco dias depois, um tribunal ucraniano ordenou a detenção do navio. Por sua vez, o capitão da embarcação russo foi acusado de "violar as regras de entrada" na Crimeia, implicando uma pena de até cinco anos de cadeia, enquanto a tripulação foi proibida de sair da embarcação.

    Moscou se referiu às ações de Kiev como "terrorismo marítimo", e ordenou o reforço do controle na fronteira na sua parte do mar de Azov.

    Posteriormente, Kiev anunciou interseção de fortalecer presença militar no mar de Azov e de criar uma base naval na região.

    Mais:

    Ocidente busca pretexto para enviar navios da OTAN ao mar de Azov
    Épico e cómico: deputado comenta 'entrada forçada' da Marinha ucraniana no mar de Azov
    Tags:
    embarcações, afundamento, provocação, Eduard Basurin, Donetsk, Rússia, Kiev, Crimeia, mar de Azov, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik