00:17 25 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Grupos de extrema-direita manifestam-se contra os refugiados na Alemanha

    Após agressão a iraniano, 6 nacionalistas são detidos na Alemanha

    © REUTERS / Hannibal Hanschke
    Europa
    URL curta
    141

    A polícia da cidade alemã de Chemnitz deteve 6 nacionalistas por uma agressão a um iraniano após uma discussão. A prisão foi divulgada através de um comunicado do gabinete do promotor local neste sábado (15).

    De acordo com o comunicado, na noite da sexta-feira (14), os nacionalistas teriam abordado um grupo de pessoas em um parque local, entre eles um alemão, um iraniano e um paquistanês.

    Os radicais então teriam agredido verbalmente o grupo com dizeres nacionalistas ao que, logo após, um deles teria agredido o jovem iraniano, de 20 anos, que sofreu ferimentos leves.

    No sábado (15), a pedido do gabinete do promotor local, foi tomado o testemunho dos homens detidos e um pedido de prisão foi emitido para um dos homens do grupo.

    A cidade de Chemnitz tem presenciado grandes manifestações contra a imigração nas últimas semanas, reunindo milhares de pessoas, incluindo militantes de extrema-direita. As manifestações começaram após o assassinato de um cidadão alemão no dia 26 de agosto, supostamente morto por imigrantes do Iraque e da Síria, que foram presos.

    Mais:

    Alemanha faz acordo com Itália para devolver imigrantes ilegais
    Alemanha diz não ‘especular' sobre possível ataque contra Síria ao lado dos EUA
    EUA planejam intensificar envio de tropas à Alemanha
    EUA, França, Alemanha e Canadá apoiam avaliação de Londres quanto ao ataque de Salisbury
    Rússia e Alemanha reafirmam a importância do acordo nuclear com Irã
    Tags:
    nacionalismo, xenofobia, Irã, Chemnitz, Iraque, Síria, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik