22:15 18 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    A bandeira da OTAN é vista através de arame farpado tremulando em frente à nova sede da aliança em Bruxelas, na Bélgica.

    Secretário-Geral: OTAN está pronta para dar 'boas vindas à Macedônica como novo membro'

    © REUTERS / Christian Hartmann
    Europa
    URL curta
    302

    A Otan está pronta para receber a Macedônia como novo membro e a decisão cabe agora aos macedônios, disse o secretário-geral da organização, Jens Stoltenberg, em visita a Escópia.

    "Vocês decidem o seu próprio futuro. (…) O que posso dizer é que a OTAN está pronta para ter vocês como o 30º membro da aliança", disse Stoltenberg, segundo o comunicado de imprensa.

    Stoltenberg acrescentou que a OTAN aprecia a parceria com a Macedônia. A Ministra da Defesa da Macedônia, Radmila Sekerinska, por sua vez, observou que 4 mil soldados macedônios participaram das operações da OTAN no Iraque e no Afeganistão, bem como em outras missões.

    O primeiro-ministro da Macedônia, Zoran Zaev, por sua vez, disse que a Macedônia aspirava a se tornar membro da União Europeia e da OTAN, mas queria também manter relações amigáveis ​​com a Rússia.

    "Não há outra alternativa para o nosso país além da plena adesão à OTAN e à União Europeia. Somos um Estado pequeno, o nosso objectivo é construir relações de amizade com todos, incluindo a Rússia e espero que os nossos cidadãos sejam livres para escolher seu futuro", disse Zaev.

    No início do dia, o chefe da aliança assistiu à inauguração da "rua Stoltenberg", homenageando seu pai, um diplomata norueguês que participou da reconstrução de Escópia após o terremoto de 1963.

    O caminho para a Macedônia se juntar à OTAN tornou-se mais simples após a assinatura de um acordo com a Grécia em junho que determina a mudança de nome do país: se aprovado em referendo, a nação passará a ser internacionalmente conhecida como República da Macedônia do Norte. Até então, a Grécia se opusera ao uso do nome "Macedônia" pelo vizinho, que também dá nome a uma região da Grécia. Os gregos argumentavam que a nomenclatura comum poderia abrir espaço para reivindicações sobre terras históricas e barravam o acesso da Macedônia a qualquer organização supranacional.

    Tags:
    Ministra da Defesa da Macedônia, União Europeia, OTAN, Zoran Zaev, Jens Stoltenberg, Escópia, República da Macedônia do Norte, Macedônia, Grécia, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik