03:24 23 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Tanques ucranianos na região de Donbass

    Presidente da Ucrânia expressa confiança pela paz no Donbass com missão da ONU

    © AP Photo / Irina Gorbaseva
    Europa
    URL curta
    644

    O presidente ucraniano Pyotr Poroshenko expressou sua esperança neste domingo de que o futuro envio de uma missão de paz da ONU para a região de Donbass, devastada pela crise no país, traga resultados positivos para Kiev.

    A implantação de uma missão de manutenção da paz da ONU na região do conflito tem sido uma das questões mais discutidas no âmbito do processo de paz.

    Embora a Rússia acredite que as forças de manutenção da paz da ONU devam ser enviadas ao longo da linha de contato entre as forças de Kiev e Donbass, Kiev insiste que a missão da ONU deve operar em toda a região até a fronteira russa.

    "É importante levar a paz à Ucrânia através de esforços conjuntos, estamos lutando por essa paz. É também crucial que o elemento chave deste processo de paz — a operação de manutenção da paz sob o mandato do Conselho de Segurança da ONU — seja eficaz e bem sucedida para nós", disse Poroshenko durante uma reunião com diplomatas e militares na cidade de Avdiivka, localizada a vários quilômetros ao norte de Donetsk.

    O conflito no Donbass começou em 2014, quando as autoridades ucranianas lançaram uma operação militar contra as autoproclamadas Repúblicas Populares de Donetsk e Luhansk que se recusaram a reconhecer o novo governo em Kiev, que chegou ao poder como resultado do que os moradores de Donbass consideraram golpe.

    Em fevereiro de 2015, as partes em conflito assinaram os acordos de paz de Minsk para acabar com as hostilidades na região. Apesar disso, a situação permaneceu tensa, com ambas as partes acusando-se mutuamente de violações do cessar-fogo.

    Mais:

    Kiev poderia usar Donbass como pretexto para cancelar eleições em 2019, avisa Donetsk
    Hackers notificam planos de Kiev de contaminar Donbass com substâncias radioativas
    Feito em Donbass: que armas usam as milícias para resistir ao exército ucraniano
    Tags:
    conflito ucraniano, independência, violência, missão de paz, ONU, Pyotr Poroshenko, Lugansk, Donetsk, Donbass, Rússia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik