04:33 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Desfile militar em Kiev no Dia da Independência da Ucrânia

    Parlamentar ucraniano: desfile militar em Kiev provocará 'terremoto' na Rússia

    © Sputnik / Nikolai Lazarenko
    Europa
    URL curta
    20318

    O desfile militar que terá lugar em Kiev e será dedicado ao Dia de Independência da Ucrânia provocará um "terremoto no Kremlin", assegura deputado do parlamento ucraniano.

    A declaração foi feita em comentário ao canal NewsOne pelo deputado da Suprema Rada (parlamento da Ucrânia), Oleg Barna.

    "Temos do que nos gabar. Um desfile militar é uma ação de patriotismo de todos os cidadãos que querem ver a capacidade de combate do nosso exército. Acredito que a marcha de nossos militares e o ribombar de nossos blindados irá provocar um terremoto no Kremlin", destacou.

    Além disso, ele comentou a recente situação envolvendo um tanque ucraniano que parou de funcionar no meio da rua durante o ensaio geral da parada militar dedicada ao Dia da Independência da Ucrânia. Em suas palavras, isso foi um "momento técnico", adicionando que "só não erra aquele que não faz nada".

    Ao mesmo tempo, o presidente do país, Pyotr Poroshenko declarou que o exército da Ucrânia se tornará o mais poderoso na Europa, acrescentando que Moscou não conseguirá impedir a integração de Kiev nas estruturas euro-atlânticas.

    "… Nosso exército será um dos mais poderosos na Europa, pois hoje os ucranianos estão perfeitamente cientes para que estão lutando", indicou, referindo-se à luta do povo ucraniano pela paz.

    A parada militar por ocasião do 26º aniversário da independência da Ucrânia decorrerá em Kiev em 24 de agosto. Muitos analistas criticam o evento por exibir armamentos obsoletos, que remontam à época soviética.

    Mais:

    Jornalista desmascara 'novas' armas que Kiev pretende exibir em parada militar
    Sistema antiaéreo Buk colide com prédio no centro de Kiev (FOTOS)
    Washington poderá suspender ajuda militar a Kiev por causa dos laços com Pequim?
    Tags:
    capacidade militar, exército, terremoto, parada militar, Kremlin, Suprema Rada, Pyotr Poroshenko, Rússia, Kiev, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik