19:04 24 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Angela Merkel e Vladimir Putin no Palácio Meseberg em Gransee, Alemanha.

    Confira todos os tópicos discutidos entre Putin e Merkel na reunião de hoje

    © Sputnik / Alexey Druzhinin
    Europa
    URL curta
    4190

    As discussões diplomáticas entre a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente russo, Vladimir Putin, foram concluídas no sábado no palácio alemão Schloss Meseberg.

    Em um formato incomum, os líderes fizeram declarações à imprensa antes da reunião. Como o Kremlin esclareceu, tal decisão foi tomada porque a abordagem da mídia no final do sábado teria sido "inconveniente".

    De acordo com o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, as negociações de três horas entre o presidente russo Vladimir Putin e a chanceler alemã Angela Merkel foram fundamentadas.

    "As negociações foram muito longas. Essa foi uma discussão bem fundamentada e detalhada das questões que foram mencionadas nas declarações do presidente e do chanceler [feitas antes das negociações]", disse Peskov a repórteres no domingo.

    Dmitry Peskov disse que durante as negociações com Angela Merkel, Vladimir Putin reafirmou o compromisso de Moscou em continuar seu trabalho com o empresariado alemão.

    "Putin comunica-se regularmente com representantes de grandes empresas alemãs e quer continuar com essa prática. [As partes] apontaram vários projetos de grandes empresas alemãs visando a expansão de sua presença no mercado russo. Putin reafirmou nosso interesse por tal cooperação", disse Peskov. disse aos repórteres.

    O porta-voz do Kremlin sublinhou que Merkel e Putin discutiram relações bilaterais e apontou o crescimento do comércio entre os países.

    "[As partes] ficaram contentes em ver a dinâmica positiva no comércio. No ano passado, registramos um crescimento [comercial] significativo de 23%. A tendência continua neste ano", disse Peskov.

    Projeto do gasoduto Nord Stream 2 "não deve ser politizado"

    "[As partes] discutiram grandes projetos, incluindo o gasoduto Nord Stream 2. [Putin e Merkel] apontaram a natureza comercial e a vantagem competitiva deste projeto. Tanto Putin quanto Merkel concordaram que não estava certo politizar de alguma forma este projeto", disse Peskov aos repórteres.

    O porta-voz também observou que Putin e Merkel também discutiram o trânsito do gás russo pela Ucrânia.

    O Nord Stream 2 é uma joint venture entre a gigante de energia russa Gazprom e a francesa Engie, a austríaca OMV AG, a britânica Royal Dutch Shell e a alemã Uniper e Wintershall. O gasoduto será executado sob o mar Báltico, da costa russa até um centro na Alemanha, e terá capacidade anual de 55 bilhões de metros cúbicos. A rede deverá ser colocada em operação até o final de 2019.

    Ucrânia, Irã e Síria

    Vladimir Putin e Angela Merkel também expressaram pesar pela implementação dos Acordos de Minsk sobre a solução do conflito no leste da Ucrânia.

    "[As partes] trocaram opiniões sobre a situação na Ucrânia. [Putin e Merkel] expressaram o seu desapontamento pelo fato da implementação dos acordos de Minsk ter sido totalmente interrompida. Preocupações com as perspectivas pouco claras de prolongamento da lei que expira sobre o estatuto especial do Donbas, que é um elemento importante dos acordos de Minsk, foi levantada", disse Peskov a repórteres.

    Enquanto isso, o Plano de Ação Compreensiva Conjunta (JCPOA), conhecido como o acordo nuclear iraniano, também estava na agenda da reunião de alto nível, enfatizou Peskov.

    "[As partes] discutiram o JCPOA. A situação está clara", disse Peskov a repórteres sem entrar em detalhes.

    Os líderes também tocaram na questão dos refugiados sírios, disse Peskov.

    "[As partes] discutiram profundamente a questão síria. Putin apontou o fluxo crescente de refugiados voltando para casa e pediu aos países europeus que apóiem ​​o processo para torná-lo irreversível", disse Peskov a repórteres. Ele também observou que Putin e Merkel discutiram o formato inclusivo das conversações sobre a reconciliação síria.

    Tags:
    Nord Stream 2, Angela Merkel, Vladimir Putin, Alemanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik