23:28 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Caça-minas Kovrovets (à esquerda) e Ivan Golubets durante o Dia da Marinha da Rússia em Sevastopol, Crimeia

    Político ucraniano: será difícil devolver Crimeia sem conflito de grande escala

    © Sputnik / Aleksei Malgavko
    Europa
    URL curta
    10720

    Parlamentar ucraniano acredita que era necessário ter iniciado ações militares na Crimeia há quatro anos, visto que agora será bastante difícil reconquistar a península.

    Deputado da Suprema Rada (parlamento ucraniano) e ex-comandante do Batalhão Aidar (unidade militar de voluntários pertencente ao Ministério da Defesa da Ucrânia), Sergei Melnichuk, declarou em entrevista ao canal 112 que a situação da Crimeia deveria ter sido pensada antes.

    Em particular, ele assegura que a construção da "ponte de Kerch" (a ponte da Crimeia) deveria ter sido premeditada há alguns meses ou até mesmo anos para que conclusão fosse impedida.

    "Os russos têm uma maior presença nos mares Negro e de Azov", sublinhou, adicionando que se outros países interferirem no assunto, isso pode se converter em um conflito de grande escala.

    Crimeia se separou da Ucrânia e se reintegrou à Rússia depois de realizar um referendo em março de 2014, no qual mais de 96% dos cidadãos crimeanos apoiaram esta opção. O referendo foi realizado um mês após o golpe de Estado que ocorreu na Ucrânia e desencadeou um conflito armado interno no leste do país.

    A Ucrânia, a União Europeia, os EUA e vários países em sua órbita não reconheceram a reunificação e consideram a península da Crimeia como território ocupado pela Rússia.

    O governo russo afirma que o povo da Crimeia, democraticamente e em plena conformidade com o direito internacional e a Carta das Nações Unidas, escolheu se reunificar à Rússia.

    Para o presidente russo, Vladimir Putin, a questão da Crimeia "está resolvida definitivamente".

    Mais:

    Avião de reconhecimento dos EUA é avistado perto da Crimeia (FOTO)
    Kiev protesta contra visita do primeiro-ministro russo à Crimeia
    Aviões de reconhecimento estrangeiros são detectados perto da Crimeia (FOTOS)
    Pompeo: EUA nunca vão reconhecer Crimeia como parte da Rússia
    Crimeia chama novo plano para 'retomar' península de 'ficção fantasiosa'
    Tags:
    conflito, ponte, interferência estrangeira, poder, Suprema Rada, Ucrânia, mar Negro, Mar de Azov, Crimeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik