05:14 22 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    8120
    Nos siga no

    Poucos países fora do que é conhecido como bloco ocidental acreditam na interpretação do Reino Unido em relação ao caso Skripal, em março, o embaixador da Rússia em Londres Alexander Yakovenko disse no sábado.

    "A cada quinzena eu reuno embaixadores de todos os países e apresento e reintroduzo eles ao caso. E devo dizer que, é claro, fora do chamado bloco ocidental, que é composto por 35 países, poucos acreditam na versão britânica", disse Yakovenko. em uma entrevista com a emissora Rossiya 24.

    Em 4 de março, o ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia foram encontrados inconscientes em um banco de um shopping center na cidade britânica de Salisbury.

    O Reino Unido e seus aliados acusaram Moscou de ter orquestrado o ataque com o que os especialistas britânicos afirmam ser o agente nervoso A234, porém, sem apresentar qualquer prova.

    As autoridades russas refutaram as acusações, que apontam como infundadas. O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse em 13 de julho que a investigação sobre o envenenamento em Salisbury estava "ocorrendo sem qualquer informação transparente".

     

    Mais:

    Greenwald: Assange provavelmente será preso no Reino Unido após ser despejado pelo Equador
    China abre as portas para possível acordo comercial com Reino Unido e tenta apaziguar EUA
    Que mistério oculta poço encontrado há 30 anos dentro de uma casa no Reino Unido? (FOTO)
    UE e Reino Unido pretendem celebrar acordo de livre comércio após Brexit
    'Ato de pura maldade': Criança de 3 anos é atacada com ácido no Reino Unido
    Tags:
    investigação, envenenamento, A234, Yulia Skripal, Sergei Skripal, Aleksandr Yakovenko, Sergei Lavrov, Rússia, Salisbury, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar