22:05 16 Fevereiro 2019
Ouvir Rádio
    Angela Merkel e Emmanuel Macron.

    Lideranças na UE, Macron e Merkel vêem queda na popularidade

    © AP Photo / Michael Sohn
    Europa
    URL curta
    0 10

    A insatisfação das pessoas com os principais governos da UE parece estar aumentando, já que pesquisas recentes mostram queda nas avaliações do presidente francês Emmanuel Macron e das coalizões da hanceler alemã, Angela Merkel.

    O apoio à União Democrata Cristã (CDU), partido de Merkel, além de seu partido irmão, a União Social Cristã da Bavária (CSU), caiu para o nível mais baixo desde 2006, segundo revelou uma pesquisa da Emnid, publicada pela Bild am Sonntag.

    A CDU / CSU está atualmente com 29% no índice, o menor resultado em 12 anos. O partido de Merkel ficou venceu as eleições federais do país em setembro de 2017, com 33% dos votos.

    Emmanuel Macron, presidente da França, assistindo a vitória francesa sobre a Bélgica em São Petersburgo
    © Sputnik / Vladimir Astapkovich
    Tal situação é preocupante para a CSU, que parece correr o risco de perder sua maioria absoluta no maior estado da Alemanha, a Bavária, após a eleição regional em outubro.

    A pesquisa não forneceu nenhuma explicação para os resultados, mas a coalizão de Merkel quase se desfez em junho devido a um racha causado pela crise dos imigrantes. Merkel teve muita dificuldade para conseguir formar o governo.

    O ministro do Interior alemão e líder da CSU, Horst Seehofer, ameaçou renunciar se o fluxo de pessoas buscando asilo na Alemanha não fosse contido. Um acordo foi finalmente alcançado depois que foi acordado que a Alemanha impedirá os imigrantes registrados em outros lugares de entrar no país e os mandará ao ponto de volta. No entanto, o dano político já havia sido feito.

    Enquanto isso, na França, Macron também bateu seu próprio recorde, confofrme escreveu o Journal du Dimanche, comentando os resultados da pesquisa, realizada para o jornal pela Ifop.

    O apoio ao presidente francês caiu de 41% para 37% no período entre 18 e 27 de julho, revelou a pesquisa.

    É a pior avaliação de Macron desde que se tornou presidente da França em maio de 2017, com 66,1% dos votos em um segundo turno contra Marine Le Pen.

    O pior resultado anterior de Macron foi registrado em agosto de 2016, quando ele registrou apoio por 40% da população francesa.

    O Journal du Dimanche ligou o declínio da popularidade do líder francês ao escândalo envolvendo seu então guarda-costas e conselheiro de segurança, Alexandre Benalla.

    Um vídeo surgiu no começo de julho mostrando Benalla atacando os manifestantes durante os protestos de 1º de maio em Paris. O auxiliar foi filmado violentamente, espancando um manifestante e arrastando uma mulher, enquanto usava um capacete anti-motim policial. Em seguida, com a publicidade alcançada pelo caso, Benalla foi demitido por Macron.

    Mais:

    Macron se diz contra acordo entre UE e EUA
    Macron defende 'Europa mais unida' contra Trump
    Ex-guarda-costas de Macron é indiciado por agredir manifestante
    Policiais são presos acusados de encobrir agressão de assessor de Macron a manifestante
    Macron estará nas semifinais da França na Copa da Rússia, apesar do boicote britânico
    Tags:
    índice de aprovação, Pesquisa de opinião, Le Journal du Dimanche, União Democrata Cristã, União Social Cristã, Alexandre Benalla, Horst Seehofer, Emmanuel Macron, Angela Merkel, Alemanha, França