04:56 16 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Igor Dodon em conversa com jornalistas após ser eleito presidente da Moldávia. Chisinau, 14 de novembro de 2016

    Presidente da Moldávia se recusa a assinar lei contra mídia russa

    © REUTERS / Gleb Garanich
    Europa
    URL curta
    1130

    O presidente da República da Moldávia, Igor Dodon, disse nesta quinta-feira (26) que não aprovaria um novo código do parlamento moldavo sobre televisão e rádio, que defende a proibição dos programas de notícias russos.

    Mais cedo, o parlamento da Moldávia aprovou um novo código para a televisão e radiodifusão. O documento confirma a introdução de normas que proíbem a retransmissão de programas de países que não ratificaram a Convenção Europeia sobre Televisão Transfronteiriça, incluindo a Rússia.

    "A posição do presidente será firme — não assinarei esta lei. Mas situações semelhantes já ocorreram no passado, com as autoridades [moldavas] encontrando outras formas, inclusive por meio do Tribunal Constitucional, para aprovar medidas e suspender o presidente", Disse Dodon à emissora NTV Moldova.

    Segundo o presidente, ao aprovar o novo código, as autoridades do país estão tentando limitar o direito do público de acesso à informação.

    "Os canais de TV russos não foram proibidos em outros lugares da Europa, deixem que as pessoas escolham o que querem assistir", afirmou Dodon.

    O parlamento moldavo adotou um projeto de lei no ano passado que visava combater a "propaganda estrangeira", incluindo a propaganda supostamente vinda da Rússia. O projeto proibia a transmissão de programas de TV e rádio que com informações analíticas, militares ou políticas.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik