07:46 17 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Polícia antiterrorista turca em frente a veículo blindado durante uma operação para prender suspeitos de ligação com o grupo do Estado Islâmico, em Adiyaman, sudeste da Turquia (arquivo)

    Mídia: Parlamento turco aprova controverso projeto de lei contra o terrorismo

    © AP Photo / Mahir Alan/Dha-Depo Photos
    Europa
    URL curta
    0 01

    O Parlamento turco aprovou nesta quarta (25) um projeto de lei contra o terrorismo, estendendo os poderes que as autoridades exerceram sob o estado de emergência recentemente encerrado, informou a agência de notícias Anadolu.

    O projeto será enviado para sanção presidencial e entrará em vigor após a publicação da lei.

    A Lei Anti-terrorismo concederá ao governo poderes para demitir funcionários das Forças Armadas, policiais e funcionários públicos com base em provas de ligação com grupos extremistas, como o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

    O projeto enfrentou críticas de vários políticos e grupos de direitos humanos. Para os contrários à lei, ele cria um estado de emergência por tempo indefinido.

    Após a tentativa frustrada de golpe de julho de 2016, Ancara introduziu estado de emergência, que vinha sendo repetidamente renovado desde então. A medida foi amplamente criticada pela oposição turca e por vários líderes ocidentais que citaram ameaças aos direitos e liberdades civis no país.

    Enquanto o estado de emergência estava em vigor, autoridades turcas teriam prendido mais de 50.000 pessoas e demitido outros de 100.000 oficiais do governo e militares acusados de ligação com o movimento de Fethullah Gülen, apontado por Ancara como o responsável pelo golpe.

    Tags:
    Forças Armadas da Turquia, Parlamento da Turquia, Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), Muhammed Fethullah Gülen, Turquia, Ancara
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik