17:42 20 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Uma foto tirada em 11 de outubro de 2016 mostra então o candidato à eleição presidencial francesa para o En Marche! Emmanuel Macron e chefe de segurança Alexandre Benalla em reunião de campanha em Le Mans, oeste da França.

    Policiais são presos acusados de encobrir agressão de assessor de Macron a manifestante

    © AFP 2018 / JEAN-FRANCOIS MONIER
    Europa
    URL curta
    230

    Três policiais foram suspensos por supostamente tentarem alterar evidências no caso envolvendo o assessor de segurança do presidente francês Emmanuel Macron, Alexandre Benalla. Benalla é acusado de agredir violentamente manifestantes sindicalistas em Paris.

    O chefe do Ministério do Interior da França, Gerard Collomb, exigiu que os três policiais fossem temporariamente suspensos devido a suspeita de terem retirado imagens de câmeras do circuito interno que mostrariam Benalla arrastando e agredindo uma mulher durante protestos de rua em Paris.

    French President Emmanuel Macron walks back to his office after a meeting with guests at the Elysee Palace in Paris, France, August 31, 2017
    © REUTERS / Philippe Wojazer
    O incidente ocorreu em um local cheio de turistas na Place de la Contrescarpe, na capital francesa, onde cerca de 100 pessoas se reuniram para a tradicional marcha sindical de 1º de maio. Os participantes do protestos faziam críticas a Macron.

    O Ministério Público de Paris prorrogou por 24 horas a custódia policial de Alexandre Benalla e Vincent Crase, funcionário do partido político de Macron que também foi identificado nas imagens enquanto acompanhava Benalla durante a manifestação. Crase foi acusado de violência e temporariamente suspenso do trabalho, enquanto Benalla, que pode enfrentar acusações de violência e abuso de poder, será demitido pelo Palácio do Eliseu.

    Segundo a imprensa francesa, o apartamento de Benalla em Hauts-de-Seine, na Grande Paris, está sendo revistado.

    Tags:
    Palácio do Eliseu, Ministério do Interior da França, Vincent Crase, Alexandre Benalla, Gerard Collomb, Place de la Contrescarpe, Paris, França, Hauts-de-Seine
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik