01:08 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Especialistas trabalhando depois de receber confirmação de que duas pessoas tinham sido envenenadas com agente nervoso Novichok, Amesbury, Reino Unido

    Investigadores britânicos teriam identificado atacantes que usaram gás Novichok

    © REUTERS / Henry Nicholls
    Europa
    URL curta
    104

    De acordo com a agência de notícias Press Association, os investigadores do Reino Unido declaram ter identificado os suspeitos do envenenamento da família Skripal com o agente nervoso Novichok.

    Anteriormente, em 1º de maio, o conselheiro britânico de Segurança Nacional, Mark Sedwill, disse ao Comitê para a Defesa da câmara baixa do parlamento que não tinham sido identificados quaisquer suspeitos do ataque de março ao ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia em Salisbury, informa a agência Reuters citando a Press Association.

    Em 4 de março, Sergei Skripal e sua filha Yulia foram encontrados inconscientes em um banco perto de um shopping em Salisbury. O Reino Unido e os seus aliados acusaram Moscou da organização do ataque com o suposto uso do agente nervoso Novichok.

    A Rússia refuta o seu envolvimento no envenenamento, apontando para a falta de provas apresentadas por Londres para substanciar as acusações.

    No entanto, Sergei Skripal e sua filha já receberam alta do hospital.

    Mais:

    Embaixada Russa: Investigação sobre uso de agente nervoso em Amesbury não é transparente
    Polícia britânica encontra fonte de substância mortal usada no incidente de Wiltshire
    Após novo incidente, polícia britânica isola restaurante visitado por Skripals
    Tags:
    envenenamento, Novichok, agente químico, Amesbury, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik