19:34 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Grupo de acrobacia aérea francês Patrouille de France se apresentam em Paris, em 14 de julho de 2018

    Quando tudo bate errado: motos colidem e pilotos confundem cores na parada em França

    © REUTERS / Gonzalo Fuentes
    Europa
    URL curta
    653

    Hoje (14), durante a parada dedicada ao Dia da Bastilha em Paris, aconteceram duas situações desagradáveis. Uma delas teve a ver com a apresentação dos motoqueiros, e a segunda – com a parte aérea do evento.

    Assim, o famoso grupo de acrobacia aérea francês Patrouille de France confundiu a sequência de cores na bandeira nacional do país.

    A bandeira francesa consiste de três linhas verticais: azul, branca e vermelha. Porém, os pilotos, que tradicionalmente soltam listinhas coloridas no ar em cima da Avenida dos Campos Elísios, cometeram um erro crasso.

    Dado que os nove aviões, três para cada cor, participam da apresentação, um dos veículos evidentemente foi abastecido com a cor errada e soltou cor vermelha no lugar onde era precisa a cor azul.

    Entretanto, este incidente não foi o único durante a parada. Assim, durante a passagem de motoqueiros na Praça da Concórdia, em estreita proximidade das tribunas onde estava sentado o presidente Emmanuel Macron e seus convidados, dois participantes caíram na sequência de uma coalisão.

    De acordo com o canal BGMTV, no total a parada na Avenida dos Campos Elísios contou com a participação de 4.290 militares, 220 veículos de transporte e 250 cavalos. Quanto à parte aérea, no céu voaram 64 aviões e 30 helicópteros.

    Na França, o Dia da Bastilha se celebra em 14 de julho. Neste dia de 1789 foi tomada a fortaleza da Bastilha, o que significou o começo da Revolução Francesa.

    Mais:

    Vergonha épica: CIA tenta contratar pessoas que falam russo e acaba errando feio (FOTOS)
    Muita emoção e grandeza da Pátria: como é Parada da Vitória vista por dentro (FOTOS)
    França volta à final e pode vencer sua 2ª Copa do Mundo
    Tags:
    acrobacia, motoqueiros, parada, Dia da Bastilha, Emmanuel Macron, Champs-Élysées, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik