23:33 15 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Área interditada pela polícia na cidade inglesa de Salisbury, condado de Wiltshire, onde o ex-espião russo Sergei Skripal foi encontrado com sintomas de envenenamento

    Polícia britânica encontra fonte de substância mortal usada no incidente de Wiltshire

    © AP Photo/ Steve Parsons
    Europa
    URL curta
    10120

    A polícia do Reino Unido disse nesta sexta-feira (13) que encontrou uma "pequena garrafa" contendo o agente químico Novichok.

    Dawn Sturgess, de 44 anos, morador de Wiltshire, morreu no domingo (8) após ter sido exposta ao agente nervoso. Tanto ela quanto seu parceiro, Charlie Rowley, foram expostos ao agente. Rowley ainda está em estado crítico.

    A polícia também declarou que ainda seriam necessários testes para determinar a substância Novichok encontrado na casa de Rowley era do mesmo lote que foi usado no caso Skripals.

    "Na quarta-feira, 11 de julho, uma pequena garrafa foi recuperada durante buscas na casa de Charlie Rowley em Amesbury", informou a polícia em um comunicado. "Os cientistas confirmaram para nós que a substância contida na garrafa é Novichok", diz o comunicado

    As preocupações acerca do agente nervoso A234 começaram no início de março, após Yulia e Sergei Skripal serem encontrados inconscientes em um banco público em Salisbury.

    Após uma investigação por funcionários do Reino Unido, as autoridades britânicas afirmaram que os dois haviam sido expostos ao agente e que o incidente foi orquestrado pela Rússia. As alegações foram negadas pelo governo russo.

    Mais:

    Mulher que foi exposta ao agente químico Novichok morre na cidade britânica de Amesbury
    Londres: gás Novichok usado no último ataque em Amesbury é o que envenenou os Skripal
    Novichok envenenou duas pessoas no Reino Unido, diz polícia britânica
    Tags:
    agente químico, Novichok, Sergei Skripal, Wiltshire, Londres, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik