00:55 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Jornalista russo e chefe do portal RIA Novosti Ucrânia, Kirill Vyshinsky, no tribunal de Kherso

    Jornalista russo Vyshinsky ficará preso na Ucrânia por mais tempo

    © Sputnik / Stringer
    Europa
    URL curta
    Chefe do portal RIA Novosti Ucrânia é preso em Kiev (23)
    515

    O tribunal da cidade de Kherson ampliou o tempo de detenção do chefe do portal de notícias RIA Novosti Ucrânia, Kirill Vyshinsky, até o dia 13 de setembro, informou nesta quarta-feira o procurador ucraniano Igor Ponochovny.

    "O suspeito será mantido preso até o dia 13 de setembro", escreveu Ponochovny em sua página de Facebook. 

    Os advogados do jornalista pretendem apresentar uma apelação. 

    Uma decisão esperada

    A editora-chefe da agência MIA Rossiya Segodnya, da emissora RT e da agência Sputnik, Margarita Simonyan, disse que a decisão do tribunal já era esperada.

    "O milagre não aconteceu. A decisão vem na esteira de 'valores europeus' à moda ucraniana", destacou ela.

    A jornalista também declarou que pretende lutar pela mais rápida libertação de Vyshinsky. 

    O chefe do portal RIA Novosti Ucrânia foi detido em Kiev, em 15 de maio, acusado de apoiar as autoproclamadas República Popular de Donetsk (RPD) e República Popular de Lugansk (RPL). O jornalista pode ser condenado a 15 anos de prisão. Dois dias após a detenção, o tribunal ucraniano de Kherson decretou a prisão preventiva do jornalista por 60 dias.

    Vladimir Putin qualificou a prisão de Vyshinsky de algo sem precedentes, tendo Moscou enviado uma nota de protesto a Kiev exigindo o fim da violência contra jornalistas.

    A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa e o Conselho da Europa também expressaram preocupação pela detenção do jornalista russo.

    Tema:
    Chefe do portal RIA Novosti Ucrânia é preso em Kiev (23)

    Mais:

    Kiev está pronta para trocar Kirill Vyshinsky e outros 12 por ucranianos presos na Rússia
    Jornalista russo Vyshinsky preso na Ucrânia terá encontro com ombudsman da Rússia
    Chancelaria russa exige que Kiev liberte jornalista Vyshinsky e retire acusações
    Tribunal ucraniano decide manter preso jornalista russo Vyshinsky
    Tags:
    liberdade de imprensa, RIA Novosti, Margarita Simonyan, Kiril Vishinski, Rússia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik