00:04 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Ministro das Relações Exteriores da Rússia Sergei Lavrov durante uma coletiva de imprensa

    'O bom e velho mantra': Moscou ironiza acusações do Reino Unido sobre incidente com gás

    © Sputnik / Maksim Blinov
    Europa
    URL curta
    9120

    O Ministério de Relações Exteriores da Rússia afirmou nesta segunda-feira (9) que as alegações de Londres responsabilizando Moscou pelo incidente de Amesbury são "o bom e velho mantra", e pediu às autoridades do Reino Unido que conduzam uma investigação de verdade ao invés disso

    Mais cedo nesta segunda-feira (9), o secretário de Defesa do Reino Unido, Gavin Williamson, acusou a Rússia do ataque a uma mulher britânica que morreu após a exposição a uma substância tóxica na cidade britânica de Amesbury.

    ​"As acusações de Gavin Williamson de que a Rússia tem algo a ver com a morte de Dawn Sturgess é 'o bom e velho mantra' sobre o tema 'isso foi feito pelos russos'. Talvez vocês devessem fazer algo novo, por exemplo, lançar uma investigação adequada e completa do que aconteceu?" o ministério disse em sua página no Twitter.

    Na semana passada, duas pessoas foram hospitalizadas na cidade de Amesbury após serem expostas a uma substância tóxica. A polícia do Reino Unido anunciou na quinta-feira (5) que o casal, Dawn Sturgess e Charlie Rowley, teriam manipulado um item supostamente contaminado com o mesmo agente nervoso A234, também conhecido como Novichok.

    A mesma substância foi usada no ataque ao ex-espião russo Sergei Skripal e seu filha Yulia, em Salisbury. O incidente ocorreu em 4 de março, quando Skripal e sua filha foram encontrados inconscientes em um banco de um shopping center em Salisbury.

    À época o Reino Unido acusou Moscou de ter orquestrado o ataque, embora sem apresentar nenhuma prova, da mesma forma como agora.

    Mais:

    Ativista: Crise de renúncias do Reino Unido pode levar a repensar estratégias do Brexit
    Reino Unido aconselha torcedores que visitam a Rússia a permanecerem vigilantes
    Analista militar comenta planos do Reino Unido de reforçar Marinha no Atlântico Norte
    Cientistas acusam Donald Trump de colocar em risco a segurança nacional do Reino Unido
    Marinha do Reino Unido planeja aumentar presença no Atlântico Norte
    Reino Unido pensa restabelecer antiga grandeza aeronáutica fabricando novo caça?
    Tags:
    envenenamento, Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Yulia Skripal, Sergei Skripal, Charlie Rowley, Dawn Sturgess, Gavin Williamson, Amesbury, Salisbury, Reino Unido, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik