06:04 20 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Primeiro-ministro sueco, Stefan Lofven, durante coletiva de imprensa ao lado do presidente do Irã, Hassan Rouhani, após encontro bilateral em Teerã, em 11 de fevereiro de 2017.

    Premiê sueco defende sistema unificado para refugiados na Europa

    © AP Photo / Ebrahim Noroozi
    Europa
    URL curta
    2 0 0

    O primeiro-ministro sueco, Stefan Lofven, disse que a União Europeia (UE) deve continuar seus esforços para o desenvolvimento de um sistema comum de provisão de asilo aos refugiados.

    Neste domingo (24), o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, convocou o que chamou de uma "reunião de trabalho informal" sobre questões de migração, com todos os estados membros da UE interessados convidados a participar.

    Uma cúpula da UE dedicada à questão da política de migração acontecerá nos dias 28 e 29 de junho.

    "É bom que a reunião tenha ocorrido hoje para preparar a discussão sobre questões de migração até a próxima semana. É importante continuar a trabalhar por um sistema unificado de fornecimento de asilo na Europa", disse Lofven neste domingo (24), de acordo com a imprensa estatal sueca.

    O político sueco acrescentou que o novo sistema deve se concentrar na cooperação com os países, de onde vieram os imigrantes, no fortalecimento das fronteiras e na distribuição mais justa dos imigrantes em toda a Europa.

    Os países europeus têm experimentado uma crise migratória em grande escala desde 2015 devido ao fluxo de milhares de imigrantes e refugiados que fogem de crises em seus países de origem no Oriente Médio e Norte da África.

    Estes imigrantes tentam chegar aos Estados da UE através de várias rotas, incluindo a Itália, a Grécia, a Turquia e os Balcãs.

    Mais:

    Macron ameaça impor sanções a países da União Europeia que se recusam a receber refugiados
    Venezuela e Cuba lideram pedidos de refugiados no Brasil, diz relatório
    Reunião de Macron com novo premiê italiano termina com farpas e desacordo sobre refugiados
    ONU treina militares brasileiros para evitar abuso sexual contra refugiados venezuelanos
    18 refugiados morrem na sequência de ataque da coalizão ocidental na Síria
    Tags:
    crise de imigrantes, crise de refugiados, refugiados, União Europeia, Jean-Claude Juncker, Stefan Lofven, Balcãs, Turquia, Itália, Suécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik