18:25 22 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Silhueta do escudo da Rússia no Kremlin com Lua no fundo

    Rússia teria roubado seu nome da Ucrânia? Escritora responde

    © Sputnik / Vladimir Astapkovich
    Europa
    URL curta
    7515

    A escritora ucraniana Larisa Nitsoi tem uma ideia bastante curiosa em relação ao nome da Rússia. Segundo ela, o país eurasiático deveria se chamar Moskoviya, já que o nome do país foi supostamente "roubado" dos ucranianos.

    "Na realidade, nós somos russos e eles, moscovitas", declarou a autora em um programa da cadeia ucraniana ObozTV.

    Para justificar o seu ponto de vista, Nitsoi se referiu à sua própria versão da história russa, afirmando que o czar Pedro Primeiro decidiu mudar o nome do Reino Moscovita para simplesmente Rus.

    "Imaginem que a Alemanha acorda e a França se lembra de emitir a ordem — 'a partir de hoje somos Alemanha'. É uma tolice!", assinalou.

    A autora também assegurou que Catarina II ordenou que todos os que se consideravam moscovitas fossem inclementemente batidos com paus.

    "Esse é um fato histórico, isso está consagrado nos museus! Como resultado, os moscovitas passaram a ser chamados de russos", continuou, mas não precisou onde exatamente encontrou essa informação tão peculiar.

    No entanto, os historiadores russos encaram isso com ceticismo. Em particular, o professor e doutor em História da Universidade Estatal de Moscou Sergei Perezeventsev é de opinião que "essa escritora diz francamente tolices", insultando o povo russo e enganando o povo ucraniano.

    Essa não é a primeira vez que a escritora se pronuncia sobre a Rússia e Ucrânia. Em várias ocasiões, ela mostrou indignação por ouvir falar russo na Ucrânia.

    Mais:

    Ucrânia pode criar 'concorrente' ao poderoso tanque russo Armata (FOTO)
    Líder da oposição russa quer que Putin ponha fim ao tratado de amizade com a Ucrânia
    'Nossos mísseis devem ser capazes de atingir Moscou', diz general ucraniano
    Tags:
    nome, história, Pedro, o Grande, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik