06:03 20 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Soldado romeno com bandeira da OTAN

    Plano de defesa da União Europeia coloca OTAN em alerta

    © AP Photo/ Vadim Ghirda
    Europa
    URL curta
    361

    O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, disse nesta sexta-feira (22) que a defesa reforçada da União Europeia (UE) é boa para a aliança, mas deve ser complementar aos esforços da OTAN, ao invés de competir com eles.

    No início do dia, Stoltenberg se reuniu com o primeiro-ministro belga, Charles Michel, como parte das consultas com os aliados da OTAN na preparação para a próxima cúpula da aliança, marcada para 11 e 12 de julho em Bruxelas.

    "Ao mesmo tempo, é importante sublinhar que os esforços mais fortes da UE em defesa não substituirão ou competirão com a OTAN. Complementarão a OTAN. É claro que a OTAN é a aliança que pode fornecer defesa coletiva tanto para o Canadá como para os Estados Unidos, mas também para os aliados europeus da OTAN", afirmou Stoltenberg.

    "Temos que lembrar que, depois do Brexit, 80% dos gastos em defesa da OTAN virão de aliados que não são da UE", disse Stoltenberg na entrevista coletiva após seu encontro com Michel.

    Stoltenberg acrescentou que a OTAN agradeceria os esforços da UE em defesa "mas algo que complemente e não concorra com a OTAN".

    Em setembro, o presidente da França, Emmanuel Macron, propôs um plano para criar uma força de defesa europeia conjunta que protegeria a Europa agindo em pontos críticos em todo o mundo. Segundo Macron, a força de defesa conjunta deveria complementar a OTAN em vez de substituir a aliança. Originalmente, Berlim estava cética em relação à ideia, mas no início de junho, a chanceler alemã, Angela Merkel, expressou seu apoio à iniciativa.

    Mais:

    'Ameaça mortal': Por que analistas da OTAN temiam tanto este avião?
    'Batalha mortal entre Rússia e OTAN': mídia chinesa aponta metas da Aliança no mar Negro
    Imprensa desvenda última provocação da OTAN em relação à Rússia
    OTAN deveria se preocupar: reveladas maiores vantagens do tanque russo Armata
    OTAN se prepara para maiores exercícios militares desde 2002
    Tags:
    Defesa, OTAN, União Europeia, OTAN, Angela Merkel, Emmanuel Macron, Jens Stoltenberg, Bélgica, França, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik