06:27 22 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira ucraniana do telhado da Suprema Rada, Kiev

    Senador ucraniano revela como é possível 'vencer' a Rússia

    © Sputnik / Stringer
    Europa
    URL curta
    5150

    Esperar até que as sanções do Ocidente vençam a Rússia é inútil, afirmou o senador da Suprema Rada ucraniana Vadim Rabinovich em entrevista ao canal 112 Ukraina. De acordo com ele, para vencer a Rússia é preciso fazer com que os ucranianos vivam bem e se sintam felizes.

    O político duvidou da necessidade e da eficácia das sanções ocidentais contra Moscou, acrescentando que as "verdadeiras sanções" são diferentes.

    "As sanções para a Ucrânia são como se fossem o único apoio do Ocidente. Enquanto isso, sabem, estas sanções são muito estranhas porque não têm impacto sobre a Rússia. Na semana passada os EUA introduziram tarifas sobre as importações de metais da Ucrânia, bem como de outros países. Estas, sim, são verdadeiras sanções”, assinalou o deputado.

    Ele opinou também que as sanções não podem "vencer" o adversário. Para fazê-lo, é preciso fazer com que os ucranianos vivam melhor e sejam "mais felizes", acredita Rabinovich.

    "Não devemos pensar que as sanções vencem, devemos pensar que somos nós que devemos vencer. Devemos construir um país do qual todos os nossos vizinhos, ou seja, a Rússia, a Bielorrússia, Hungria e a Polônia tenham inveja de como as pessoas vivem na Ucrânia", opinou.

    "Que sanções? Vocês introduziram sanções contra si próprios ao não permitirem que as pessoas normais que sabem gerir a economia, o façam, mas, em vez disso, colocam aqueles que são mais próximos de vocês", lamentou o deputado.

    Em abril de 2014, as autoridades ucranianas iniciaram no sudeste do país uma operação militar contra as repúblicas populares de Donetsk e de Lugansk. Vários países ocidentais introduziram sanções contra Moscou, acusando-a de interferência no conflito em Donbass.

    Enquanto isso, políticos ucranianos qualificaram repetidamente a Rússia como "país inimigo". Entretanto, Moscou vem desmentindo todas as acusações, frisando que não se envolve no conflito interno ucraniano. 

    Mais:

    Caças húngaros levantam voo de alerta devido a avião da Ucrânia
    Putin apela a Poroshenko para que liberte jornalistas russos detidos na Ucrânia
    EUA enviam aviões de reabastecimento militares à Ucrânia
    Tags:
    vitória, sanções, Rússia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik