15:27 15 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Um judeu ortodoxo fala em seu celular enquanto passa pela sinagoga Ahavas Torá na área de Stamford Hill, ao norte de Londres (foto de arquivo).

    Polêmica à vista: Sinagogas na Europa são transformadas em boates e bares

    © AFP 2018 / NIKLAS HALLE'N
    Europa
    URL curta
    391

    Os edifícios, abandonados após o Holocausto, estão sendo reformados e usados para fins comerciais. A 'nova moda' tem críticos e apoiadores.

    As antigas sinagogas judaicas abandonadas durante a era nazista estão sendo reformadas e transformadas em bares e boates, informou o portal Haaretz.

    Empreiteiros europeus obtêm lucros maiores por causa da história judaica dos edifícios, usando-o como um conceito de marketing — um movimento que é considerado polêmico especialmente para os judeus, escreveu o jornal.

    A tendência tem sido especialmente evidente na última década. Em 2013, uma sinagoga na Cracóvia, na Polônia, foi transformada em discoteca e depois no Bar Hevre, decorado de acordo com o seu passado judaico.

    Em 2012, o Mykwa Bar abriu em Varsóvia, também na Polônia, em um local onde originalmente havia um Mikvá (local utilizado para banhar mulheres e recém-nascidos).

    Veículo da polícia em Gotemburgo, na Suécia (arquivo)
    © AP Photo / Bjorn Larsson Rosvall
    Tendências semelhantes podem ser observadas na Europa Ocidental. Uma sinagoga de 207 anos na cidade de Deventer, na Holanda, deve se tornar um restaurante.

    Segundo o veículo, a 'moda' está provocando diferentes reações na sociedade. Críticos mencionam que empresários lucram pela exploração inadequada dos edifícios religiosos depois de uma tragédia. Os defensores acreditam que é uma boa maneira de preservar patrimônios e um sinal de respeito aos judeus.

    A Europa tinha cerca de 17 mil sinagogas antes da Segunda Guerra Mundial, segundo um estudo da Fundação para o Patrimônio Judaico divulgado este ano. Até agora, apenas 3.318 deles foram identificadas e apenas 762 ainda estão funcionando.

    Tags:
    Mikvá, Segunda Guerra Mundial, Fundação para o Patrimônio Judaico, Mykwa Bar, Bar Hevre, Haaretz, Deventer, Europa Ocidental, Cracóvia, Varsóvia, Holanda, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik