12:12 22 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Um homem albanês do Kosovo segura bandeiras em Pristina em 16 de fevereiro de 2011 em preparação para o terceiro aniversário da declaração de independência do Kosovo

    Kosovo revoga controle de fronteira com a Albânia

    © AFP 2018 / ARMEND NIMANI
    Europa
    URL curta
    0 01

    O parlamento da autoproclamada República do Kosovo adotou uma resolução revogando o controle de fronteira com a Albânia.

    A resolução, proposta pelo Grupo Parlamentar do Partido Social-Democrata (PSD), foi favorecida por 69 votos em 120 parlamentares, segundo a Gazeta Express.

    Em outubro de 2017, o líder do Kosovo, Hashim Thaci, reuniu-se com o presidente albanês, Ilir Meta, em Pristina, e instou-o a fornecer cidadania albanesa a todos os kosovares, mas esta questão permaneceu aberta.

    Em abril de 2017, o primeiro-ministro albanês, Edi Rama, declarou que a Albânia e a autoproclamada república do Kosovo, também habitada por albaneses, poderiam formar uma "união". Pouco depois, Thaci disse que se Bruxelas "fechasse a porta em Kosovo", todos os albaneses da região se uniriam em um único estado.

    A Guerra do Kosovo entre o Exército de Libertação do Kosovo (KLA) etnicamente albanês e as forças da Iugoslávia, consistindo da Sérvia e Montenegro em 1998-1999, terminou após a intervenção internacional apoiada pela ONU depois do bombardeio da OTAN às tropas da Iugoslávia.

    Em 2008, grupos albaneses kosovares em Pristina proclamaram unilateralmente a independência da Sérvia, e mais de 100 estados membros da ONU reconheceram oficialmente o Kosovo. No entanto, a Sérvia, ao lado da Rússia, China, Israel e vários outros países não reconhece a independência do Kosovo.

    Tags:
    Gazeta Express, OTAN, Exército de Libertação do Kosovo, Grupo Parlamentar do Partido Social-Democrata, Edi Rama, Hashim Thaci, Pristina, Montenegro, Albânia, Bruxelas, China, Rússia, Sérvia, Israel, Kosovo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik