11:10 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Militar ucraniano lançando míssil antitanque Javelin durante os primeiros testes dos complexos adquiridos dos EUA

    Especialista sobre testes de Javelin: EUA fazem de tudo para agravar situação em Donbass

    © AP Photo/ Mykhailo Markiv
    Europa
    URL curta
    672

    A Ucrânia testou pela primeira vez mísseis antitanque Javelin adquiridos dos EUA. O especialista militar Andrei Koshkin acredita que os EUA fazem de tudo para agravar a situação em Donbass.

    Segundo o líder da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, graças aos Javelin, as capacidades de combate de "unidades das tropas de mísseis e de artilharia aumentaram de modo significativo". O presidente ucraniano notou, ao mesmo tempo, que seu país precisa dos complexos para se defender.

    Ao comentar os testes, o analista militar russo, Andrei Koshkin, opinou que com a venda de mísseis a Kiev, que está realizando operação militar contra Donbass, os Estados Unidos mostram sua política de duas caras.

    "Os EUA se preocupam tanto com cumprimento de direitos e liberdade das pessoas em todo o mundo, mas, por alguma razão, na Ucrânia eles fazem de tudo para agravar a situação", afirmou Koshkin no ar do serviço russo da Rádio Sputnik.

    Washington começou a fornecer armas a Kiev com a condição de que não sejam usadas no sudeste ucraniano, onde continuam ações militares. No entanto, acredita Koshkin, as autoridades ucranianas vão fazer o contrário.

    "O próprio presidente [da Ucrânia] mostra exemplo, lançando mísseis destes complexos caros [Javelin], demonstrando assim o poderio dos EUA quanto a ações militares contra as repúblicas [autoproclamadas de Donetsk e Lugansk], que têm ponto de vista independente, diferente da das autoridades ucranianas", avançou o analista.

    Para Koshkin, a situação mostra a atitude de duas caras dos EUA na hora de resolver a situação em Donbass.

    Em 2017, a administração estadunidense aprovou venda de armas a Kiev, incluindo complexos de mísseis antitanque Javelin. No fim de abril passado, o porta-voz do Pentágono informou que os Javelin já tinham chegado à Ucrânia. Ao mesmo tempo, Washington sublinhou que os complexos não podem ser utilizados na linha de contato em Donbass.

    Mais:

    'Ucrânia não sabe com quem lida': Donbass cria Força Tática de Mísseis (FOTOS, VÍDEO)
    Exército ucraniano ataca cidade da República Popular de Donetsk
    Tags:
    testes, mísseis antitanque, Javelin, Pyotr Poroshenko, EUA, Donbass, Leste da Ucrânia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar