13:34 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Carles Puigdemont, o ex-presidente da Catalunha

    Puigdemont será novamente candidato à presidência da Catalunha

    © REUTERS / Albert Gea
    Europa
    URL curta
    110

    O partido catalão pró-independência "Juntos pela Catalunha" (JxCat) propôs mais uma vez a nomeação do ex-líder catalão Carles Puigdemont como candidato para chefiar o governo regional.

    A notícia veio do porta-voz do JxCat, Eduard Pujol, após uma reunião dos membros do partido em Berlim. A candidatura deverá ser anunciada oficialmente antes de 14 de maio.

    Na sexta-feira (4), legisladores catalães votaram a favor de uma emenda que permitiria que o presidente regional fosse eleito sem sua presença no parlamento, em um movimento que poderia devolver o poder a Puigdemont, que hoje se encontra exilado.

    Em janeiro, um tribunal espanhol determinou que Puigdemont, que fugiu para a Bélgica em outubro para fugir da perseguição após apoiar o referendo de independência do ano passado, só poderia se tornar o líder regional se estivesse fisicamente presente no parlamento e tivesse permissão do juiz para comparecer à eleição.

    No entanto, no final de fevereiro, partidos pró-independência catalães anunciaram seus planos de estabelecer um governo paralelo em Bruxelas que seria encabeçado por Puigdemont, uma manobra que o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, chamou de "insana".

    Mais:

    Messi e companheiros são acusados por cientistas de provocar terremoto na Catalunha
    Ex-presidente da Catalunha é detido na fronteira alemã, diz mídia
    Candidato a governar Catalunha é proibido de deixar prisão pela Justiça da Espanha
    Catalunha continua a desafiar Madri
    Catalunha quer criar exército para se defender da Espanha
    Tags:
    Independência da Catalunha, Carles Puigdemont, Mariano Rajoy, Bélgica, Bruxelas, Catalunha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik