06:52 21 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Mísseis americanos Patriot instalados na Polônia

    Como Polônia pretende se defender dos mísseis e aviões russos?

    © Sputnik / Igor Zarembo
    Europa
    URL curta
    7313

    Em caso de guerra com a Rússia, a Polônia vai se defender dos mísseis e aviões com armas dos tempos soviéticos, escreve o jornal norte-americano National Interest.

    De acordo com a edição, o espaço aéreo do país é protegido por armas soviéticas em conjunto com vários sistemas de fabricação nacional.

    Por exemplo, a Polônia continua a utilizar os canhões antiaéreos soviéticos S-60, desenvolvidos ainda nos meados dos anos 40 do século passado. Além disso, o país possui canhões automáticos antiaéreos Zu-23-2, adotados em serviço na URSS em 1960. É verdade que a Polônia aperfeiçoou esse canhão através da modernização do motor e da introdução de um sistema de controle de fogo.

    O jornal recordou que, em um futuro próximo, a defesa antiaérea polonesa adotará em serviço os sistemas norte-americanos Patriot. De acordo com especialistas, tal pode causar problemas de compatibilidade da defesa antiaérea da Polônia.  

    No início de julho de 2017, o Ministério da Defesa Nacional polonês fechou o contrato para a entrega dos sistemas de defesa antiaérea Patriot ao país. Prevê-se que os novos armamentos sejam fornecidos até 2022. Além disso, entre os anos 2021 e 2022 os EUA deverão entregar à Polônia duas baterias Patriot com mísseis PAC-3 MSE e elementos do Sistema Integrado de Comando de Mísseis e Defesa Aérea IBCS.

    Mais:

    'É inegável que a Polônia participou do Holocausto', diz presidente israelense
    Polônia anuncia apoio à entrada da Ucrânia na OTAN
    Polônia pode cobrar mais de meio trilhão de dólares da Alemanha por reparações de guerra
    Tags:
    defesa antiaérea, armas, Patriot, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik