05:10 28 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Sede da companhia alemã Siemens, em Munique

    Alemanha quer que EUA desobriguem o país de observar as sanções antirrussas, diz imprensa

    © AP Photo/ Matthias Schrader
    Europa
    URL curta
    16261

    O governo alemão pretende pedir aos EUA que desobriguem as empresas alemãs de participarem das sanções antirrussas, comunica o diário The Wall Street Journal com referência a suas fontes.

    Conforme a edição, o ministro das Finanças da Alemanha, Olaf Scholz, no decorrer da visita a Washington, planeja obter condições especiais na questão das sanções contra a Rússia. Além disso, a chanceler alemã, Angela Merkel, buscará falar sobre o assunto durante o encontro com o presidente norte-americano, Donald Trump, que está marcado para abril.

    O jornal sublinha que os gigantes industriais alemães são a favor dessa abordagem, incluindo a Siemens, a Daimler e a Volkswagen, que têm negócios na Rússia e não querem se tornar vítimas da deterioração das relações entre Moscou e Washington.

    Conforme os dirigentes de várias empresas alemãs, as novas sanções podem custar à Alemanha centenas de milhões de euros.

    No início de abril, os EUA introduziram novas sanções contra a Rússia. Na lista de restrições entrou uma série de homens de negócios russos e suas empresas.

    Mais:

    EUA ameaçam Turquia com sanções em caso de compra dos sistemas S-400 da Rússia
    Rússia deixará OTAN sem aviões cargueiros devido às sanções, diz mídia
    Washington não planeja introduzir novas sanções antirrussas em breve
    Tags:
    economia, perdas, empresas, sanções, Volkswagen, Siemens, Alemanha, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik