02:03 22 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Embaixador russo no Reino Unido, Alexander Vladimirovich Yakovenko em uma coletiva de imprensa na embaixada russa em Londres.

    'Falsos pretextos, falsos resultados': embaixada russa critica ataques à Síria

    © AP Photo / Kirsty O'Connor
    Europa
    URL curta
    13160

    A embaixada russa no Reino Unido comentou a recente declaração do Reino Unido sobre a base legal para os ataques à Síria, ressaltando que, de fato, foi um ataque sob um falso pretexto e uma falsa base legal.

    "Vamos deixar os detalhes legais para os advogados. Mas não é necessário um profundo conhecimento para ver que estamos lidando com um ataque sob um falso pretexto, uma falsa base legal e um resultado falso", disse a embaixada em um comunicado.

    Segundo a embaixada, o conceito de "intervenção humanitária" não pode servir como base legal para qualquer uso da força, já que o direito internacional só permite usar a força em autodefesa ou sob um mandato do Conselho de Segurança da ONU.

    "Quando monitores internacionais estão chegando a Damasco e — mais amplamente — quando o governo sírio e grande parte da oposição estão se movendo em direção à criação de um comitê constitucional para acabar com a guerra, dizer que 'não há alternativa viável ao uso da força se vidas serão salvas' é hipócrita, para dizer o mínimo", acrescentou a embaixada.

    Mais:

    Egito se diz 'profundamente preocupado' e exige provas do uso de armas proibidas na Síria
    Presidente francês a Putin: 'Moscou é cúmplice no uso de armas químicas na Síria'
    Liga Árabe acusa Síria de usar armas químicas e exige investigação internacional
    Ataque na Síria destrói laboratório que pesquisava medicamentos contra o câncer (FOTOS)
    Tags:
    Guerra da Síria, Alexander Yakovenko, Síria, Reino Unido, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik