15:01 19 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Briefing da representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, em Moscou (arquivo)

    Rússia quer saber: o que aconteceu com animais de estimação do ex-espião Sergei Skripal?

    © Sputnik / Evgeny Biyatov
    Europa
    URL curta
    9161

    A representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, disse nesta quarta-feira que a chancelaria russa está preocupada com a ausência de informações sobre os animais de estimação de Sergei Skripal, o ex-agente duplo russo que o Reino Unido acusa Moscou de ter envenenado.

    Em conversa com jornalistas, Zakharova explicou que a divulgação de informações sobre o destino desses pets ajudaria na investigação do caso do antigo membro do Departamento Central de Inteligência da Rússia (GRU) e de sua filha Yulia, como afirmou em entrevista à mídia russa a sobrinha de Skripal, Viktoria, segundo a qual as gatas e os porquinhos-da-índia da família também deveriam ter sido contaminados se as duas vítimas tivessem mesmo sido envenenadas em casa, conforme alegou a Scotland Yard.

    "Nós checamos essa informação. Eu não vi isso sendo mencionado na mídia, mas fomos informados com confiança que a família Skripal tinha animais de estimação morando com eles", declarou a representante da diplomacia russa. 

    De acordo com as autoridades britânicas, Sergei e Yulia teriam sido expostos à substância neurotóxica A-234 (também conhecida como Novichok), de origem soviética. Entretanto, até o momento, a fonte precisa do envenenamento não foi identificada. 

    "Eis a questão para o Reino Unido: onde estão os pets? Qual é sua condição? Por que o Reino Unido está em silêncio sobre esse fato enquanto se mantém ocupado se referindo a fontes não identificadas na mídia", questionou Zakharova. 

    Na última terça-feira, o presidente russo, Vladimir Putin, declarou que o agente nervoso supostamente utilizado contra os Skripal pode ser produzido em cerca de 20 países, e que a Rússia faz questão de ter acesso à investigação que vem sendo conduzida na Inglaterra.

    Mais:

    Rússia solicita convocação do Conselho de Segurança da ONU para discutir caso Skripal
    Opinião: países europeus terão que restabelecer relações com Rússia após caso Skripal
    Reino Unido é incapaz de provar que substância para envenenar Skripal era da Rússia
    Tags:
    Viktoria Skripal, Vladimir Putin, Maria Zakharova, Yulia Skripal, Sergei Skripal, Inglaterra, Moscou, Londres, Reino Unido, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik