01:38 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia, em Moscou.

    A vez da França: Rússia exige 10 respostas de Paris sobre caso Skripal

    © Sputnik / Natalia Seliverstova
    Europa
    URL curta
    9254

    A embaixada russa em Paris enviou uma nota ao governo francês neste sábado (31) com 10 perguntas sobre o caso Skripal, informou o Ministério das Relações Exteriores da Rússia em um comunicado.

    Entre as questões, o lado russo exigiu explicações sobre "os motivos pelos quais a França estaria envolvida em cooperação técnica na investigação do incidente de Salisbury pelo Reino Unido", segundo o comunicado.

    Além disso, Moscou perguntou se a França notificou a Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) para se juntar à investigação sobre os incidentes em Salisbury.

    Moscou também espera explicações sobre se a França desenvolveu amostras de agentes nervosos do tipo A-234, bem como sobre as alegações de que a substância de Salisbury era de origem russa. A embaixada também exigiu que a parte francesa fornecesse as provas que Paris forneceu ao Reino Unido durante a investigação.

    Mais cedo, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia também comunicou o envio de 14 perguntas sobre o caso Skripal endereçadas ao Reino Unido.

    A primeira-ministra britânica, Theresa May, acusou a Rússia de orquestrar o ataque ocorrido em 4 de março e expulsou 23 diplomatas russos do país em forma de retaliação. Em solidariedade, 16 países da União Europeia, EUA, Canadá, Austrália, Albânia, Moldávia, Macedônia, Ucrânia e Noruega anunciaram a expulsão de diplomatas russos. No total, serão expulsos 150 diplomatas.

    Neste sábado (31), os primeiros diplomatas russos expulsos começaram a deixar os Estados Unidos.

    Tags:
    envenenamento, tensão diplomática, Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Theresa May, Yulia Skripal, Sergei Skripal, Salisbury, Noruega, Ucrânia, Macedônia, Moldávia, Albânia, Canadá, Austrália, EUA, Estados Unidos, União Europeia, França, Reino Unido, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik