13:51 25 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira da OTAN com um militar em fundo

    OTAN designa condição para restaurar cooperação anterior com Moscou

    © AFP 2018/ Justin TALLIS
    Europa
    URL curta
    Envenenamento de ex-espião russo (100)
    14018

    A OTAN e Rússia vão restaurar a cooperação anterior quando Moscou "começar a atuar em correspondência com o direito internacional", declarou o chefe do Comitê Militar da Aliança, Petr Pavel.

    "Queremos evitar confrontação, mas não podemos ignorar como a Rússia viola as normas internacionais. É impossível regressar à cooperação anterior enquanto a Rússia não atuar de acordo com o direito internacional", cita o militar a edição tcheca Aktualne.

    Conforme o general, a OTAN está interessada em estabelecer um diálogo construtivo com a Rússia, mas a situação agravou muito na sequência do envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia no Reino Unido. No entanto, Pavel decidiu não culpar diretamente a parte russa do envolvimento no incidente em Salisbury e está certo de que os criminosos serão encontrados.

    Contudo, o general notou que apesar das dificuldades nas relações entre a organização e Moscou, os contatos se mantêm. Por exemplo, em setembro do ano passado Pavel teve um encontro com o chefe do Estado-Maior da Rússia, general de exército Valery Gerasimov, que também mantém conversações com o comandante supremo das Forças Conjuntas da OTAN, Curtis Scaparrotti.

    Em 4 de março, o ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia foram envenenados. A parte britânica afirma que a Rússia está envolvida no envenenamento, o que é negado categoricamente por Moscou.

    Tema:
    Envenenamento de ex-espião russo (100)

    Mais:

    Linha geral dos EUA é 'ter sempre a Rússia na mira', diz especialista
    Ferrovias e pontes europeias serão adaptadas para equipamento bélico da OTAN
    Mídia avalia capacidades de desdobramento rápido da OTAN em caso de guerra com Rússia
    Tags:
    confrontação, cooperação, OTAN, Valery Gerasimov, Petr Pavel, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik