22:27 02 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    432
    Nos siga no

    Um tribunal municipal da região de Dnepropetrovsk, no sudeste ucraniano, exigiu ouvir em audiência o falecido comandante de batalhão da milícia da república autoproclamada de Donetsk, Mikhail Tolstykh, de apelido Givi, informa o portal Notícias da Ucrânia.

    A convocação judicial foi publicada em 30 de março no jornal oficial do governo Uryadovy Kurier. Nela são enumerados todos os artigos do Código Penal pelos quais Givi é acusado. Eles incluem atentado terrorista, reclusão ilegal e outros crimes.

    A audiência está marcada para 5 de abril, comunica o portal.

    Mikhail Tolstykh morreu em 8 de fevereiro de 2017 na cidade de Makeevka no leste ucraniano. Conforme dados prévios, o seu escritório foi bombardeado com lança-chamas Shmel. Também foi estudada a versão de explosão de uma bomba.

    No mês passado, o chefe da República Popular de Donetsk, Aleksandr Zakharchenko, declarou que todos envolvidos no assassinato de Givi foram identificados.

    Mais:

    Polônia anuncia apoio à entrada da Ucrânia na OTAN
    Militares ucranianos perdem drone em Donbass
    Milícia de Donetsk repele ataque de grupo de reconhecimento ucraniano
    Tags:
    lança-chamas, milícia, terrorismo, ataque, acusação, tribunal, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar