01:42 22 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Nicolás Maduro, presidente da Venezuela

    Por 'repressão interna' Suíça anuncia sanções contra Venezuela

    © REUTERS / Carlos Barria
    Europa
    URL curta
    743

    O governo suíço assinou uma ordem executiva nesta quarta-feira (28) proibindo as exportações de bens e tecnologia para a Venezuela que poderiam ser utilizadas para repressão dentro do país.

    "Como tal, a Suíça está se alinhando às sanções impostas pela União Europeia como resultado das violações dos direitos humanos e do enfraquecimento do estado de direito e das instituições democráticas", diz o comunicado anunciando as sanções.

    A proibição diz respeito "ao fornecimento, exportação e trânsito para a Venezuela de armas e bens que podem ser utilizados para repressão interna", incluindo softwares que podem ser usados para interceptar comunicações por telefone e pela internet.

    Ativos pertencentes a vários indivíduos, empresas e organizações venezuelanas também foram congelados, enquanto 7 ministros venezuelanos e altos funcionários foram proibidos de entrar no país.

    Mais:

    Citado em inquérito contra Serra, ex-diretor da Dersa tinha R$ 113 mi na Suíça
    Paraísos fiscais: Suíça e EUA são os países mais corruptos do mundo, diz estudo
    Presidente da Suíça pede por referendo que 'esclareça' o relacionamento do país com a UE
    Esquiador filma algo do outro mundo nas montanhas da Suíça (VÍDEO)
    Tags:
    sanções econômicas, Nicolas Maduro, União Europeia, Suiça, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik