00:52 16 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Rússia e da União Europeia

    UE retira embaixador da Rússia e países consideram expulsar diplomatas russos

    © Sputnik / Vladimir Sergeev
    Europa
    URL curta
    36518

    Os líderes da União Europeia (UE) decidiram em sua cúpula em Bruxelas retirar da Rússia o embaixador do bloco comunitário, Markus Ederer, informou o primeiro-ministro da Suécia, Stefan Löfven. E a medida pode ser a primeira de uma série relacionada ao caso do envenenamento de um ex-agente duplo russo no Reino Unido.

    "Decidimos retirar o embaixador da União Europeia na Rússia", disse Löfven, citado pela assessoria de imprensa do Conselho Europeu.

    Em outra frente, vários países europeus estão considerando a expulsão de diplomatas russos ou ainda a retirada dos seus embaixadores de Moscou, em ações também relacionadas ao envenenamento em Salisbury, no Reino Unido, de Sergei Skripal e de sua filha, Yulia, com um agente químico nervoso.

    "Alguns Estados membros estão considerando a possibilidade de expulsar diplomatas russos ou chamar de volta os seus diplomatas que estão na Rússia", afirmou um oficial sob a condição de anonimato à Agência AFP.

    Para os líderes europeus, é “muito provável” que a Rússia seja responsável pelo ataque no Reino Unido, algo que o Kremlin nega categoricamente. Para a primeira-ministra alemã Angela Merkel, os países europeus devem se manter unidos e novas medidas punitivas contra Moscou não estão descartadas.

    "Estamos determinados a reagir unidos, com a linguagem que usamos aqui, mas também sendo possível por meio de medidas adicionais", comentou Merkel ao final do encontro em Bruxelas.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik