14:24 26 Maio 2018
Ouvir Rádio
    O presidente dos EUA, Donald Trump, fala durante uma conferência de imprensa com a primeira-ministra britânica Theresa May, na Casa Branca, em 27 de janeiro de 2017, em Washington, DC.

    Sem UE: Reino Unido quer negociar tarifas em aço e ferro diretamente com os EUA

    © AFP 2018 / Brendan Smialowski
    Europa
    URL curta
    1006

    As novas taxações americanas sobre importações de aço e alumínio aprofundaram ainda mais a divisão entre o Reino Unido e a União Europeia. Em um ensaio de como pode ser a relação dos britânicos com o bloco, o secretário de comércio Liam Fox disse que vai viajar a Washington já na próxima semana para negociar tarifas melhores com os americanos.

    "Vamos, claro, estar verificando como podemos maximizar o caso do Reino Unido para a isenção sob essas circunstâncias particulares", disse Fox à BBC, em referência às novas tarifas de 25% sobre o aço e 10% sobre o alumínio.

    A sinalização de que vai negociar sozinha causou mais uma fissura no relacionamento de Londres com o resto da União Europeia. Como até março de 2019 segue membro do bloco, o país não poderia, em tese, realizar acordos bilaterais por conta própria. A UE defende uma isenção das tarifas a todos os 28 membros, incluindo o próprio Reino Unido.

    "Não podemos aceitar que a Europa seja dividida. Temos de tratar o assunto como um bloco", afirmou o vice-presidente do bloco, Jyrki Katainen. "Não queremos divisões entre nossos membros."

    O Reino Unido exporta 7% do seu aço aos EUA, o que representa um volume anual de aproximadamente R$ 1,4 bilhão.

    Tags:
    alumínio, aço, Brexit, União Europeia, Liam Fox, Jyrki Katainen, Donald Trump, Estados Unidos, Londres, Bruxelas, Europa, Reino Unido, Washington
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik