04:57 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira da Suécia

    Facas e ódio: polícia impede manifestação neonazista no sul da Suécia

    © flickr.com/ Christopher Neugebauer
    Europa
    URL curta
    153

    A polícia de Jönköping, uma cidade no sul da Suécia, evitou neste sábado a celebração de uma manifestação não autorizada da organização neonazista chamada Movimento de Resistência Nórdica, informou o canal sueco SVT.

    Cerca de 40 manifestantes pretendiam marchar ao meio-dia através do centro da cidade, mas uma patrulha policial impediu-os de realizar esses planos.

    A rede de televisão informou que cerca de 150 policiais estavam na área onde os neonazistas planejavam se encontrar.

    "No momento, parece que eles deixaram o lugar, e vamos ver onde eles foram e se eles planejam se encontrar em outro lugar", disse o representante da polícia local Thomas Agnevik ao canal de televisão.

    De acordo com a SVT, os agentes estavam conscientes dos planos para realizar uma manifestação, e na véspera eles realizaram bloqueios com veículos na entrada da cidade.

    A polícia apreendeu com os motoristas várias facas e spray de pimenta.

    "As pessoas que inspecionamos pertencem, aparentemente, ao mesmo grupo", disse a porta-voz da polícia da cidade, Monica Bergstrom, à SVT.

    O Movimento de Resistência Nórdica realizou outras manifestações proscritas na Suécia, embora não tivessem uma grande presença de seus seguidores.

    Em novembro de 2017, os agentes de segurança da segunda maior cidade da Suécia, em Gotemburgo, prenderam 16 participantes em um protesto desse tipo.

    Mais:

    Suécia está disposta a enviar tropas a Donbass
    Suécia pretende tratar problema de abuso sexual infantil com detecção de pornô automática
    Embaixador da Suécia: 'Esperamos que a Rússia não se intrometa nas nossas eleições'
    Neonazistas são presos após manifestação não-autorizada na Suécia
    Tags:
    segurança, racismo, preconceito, supremacia branca, neonazismo, nazismo, Movimento de Resistência Nórdica da Suécia, SVT, Thomas Agnevik, Monica Bergstrom, Jönköping, Suécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik