19:13 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O presidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko

    Ucrânia reforça desejo de se unir à OTAN em encontro entre Poroshenko e Stoltenberg

    © AP Photo / Virginia Mayo
    Europa
    URL curta
    742

    O presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, e o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, realizaram uma reunião neste sábado e discutiram as perspectivas de fortalecer a cooperação entre Kiev e a aliança militar, disse o serviço de imprensa de Poroshenko em um comunicado.

    No início do dia, Stoltenberg disse a repórteres à margem da Conferência de Segurança de Munique (MSC) que planejava discutir a implementação dos Acordos de Paz de Minsk, bem como a polêmica lei de línguas da Ucrânia durante as próximas negociações com Poroshenko. O chefe da OTAN acrescentou que o apoio fornecido pela aliança militar a Kiev também estaria na agenda das palestras.

    "O chefe do Estado discutiu com o secretário-geral as perspectivas de fortalecer a cooperação entre a Ucrânia e a aliança após os resultados da cúpula da OTAN, realizada em Bruxelas em julho de 2018", afirmou o comunicado.

    De acordo com o serviço de imprensa de Poroshenko, o líder ucraniano acrescentou que Kiev continua sua política de integração com a aliança e reformando a segurança e a defesa.

    A declaração acrescentou que o presidente manifestou interesse em receber mais ajuda da aliança militar para conseguir avanços nas reformas.

    Em dezembro de 2014, a Ucrânia cancelou seu status não alinhado como parte de sua intenção de se juntar à OTAN. De acordo com Poroshenko, a Ucrânia realizará um referendo para se juntar à aliança militar até 2020.

    Apesar das aspirações de Kiev de se tornar um membro da OTAN, os funcionários da organização enfatizaram que primeiro o país precisa implementar uma ampla gama de reformas antes de se candidatar.

    Mais:

    Ucrânia exige que Rússia repare e devolva os navios ucranianos que ficaram na Crimeia
    Donetsk: oficiais dos EUA verificam se Forças Armadas da Ucrânia estão prontas para atacar
    Ucrânia realiza primeiros testes do novo míssil de cruzeiro (VÍDEO)
    Tags:
    russofobia, defesa, segurança, paz, Acordos de Minsk, OTAN, Jens Stoltenberg, Pyotr Poroshenko, Bruxelas, Rússia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar