02:55 25 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Polícia croata faz segurança do lado de fora do prédio da TV Estatal enquanto o partido político Zivi Zid realiza um protesto na capital Zagreb, em 6 de novembro de 2015.

    Polícia croata liberta 59 chineses de regime de escravidão

    © AP Photo / Darko Bandic
    Europa
    URL curta
    440

    A polícia croata libertou 59 cidadãos chineses que se tornaram vítimas de tráfico de seres humanos perto de Zagreb, disse o Ministério do Interior croata em um comunicado neste sábado (20).

    De acordo com o comunicado, as forças de segurança do país encontraram dois centros de atendimento ilegais, onde os cidadãos chineses foram mantidos e obrigados a participar de esquemas ilícitos com o uso de computadores e internet.

    Resgate de migrantes na costa da Líbia
    © AP Photo / Lisa Hoffmann/Sea-Watch
    O ministério acrescentou que os cidadãos chineses foram enganados com promessas de obtenção de renda alta e legalizada na Europa. Eles foram levados para Croácia e Eslovênia, no entanto, uma vez na Europa, seus documentos foram tomados e foram forçados a trabalhar em nos ditos centros ilegais.

    O ministério croata acrescentou que dois croatas que organizaram o processo de tráfico de pessoas e dois guardas chineses foram detidos. A investigação do incidente continua em progresso.

    Mais:

    China acusa navio estadunidense de violar sua soberania ao entrar no mar territorial
    China teria executado pelo menos 20 espiões americanos graças a um agente duplo na CIA
    China está cada vez mais disposta a privar América Latina da influência estadunidense
    'Arma de paz': Índia testa míssil balístico intercontinental temido pela China
    Tags:
    escravidão moderna, Eslovênia, Croácia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar