22:32 13 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko

    Poroshenko acusa Rússia de tentar destruir Estado ucraniano

    © Sputnik / Mikhail Palinchak
    Europa
    URL curta
    748

    O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, lamentou perante diplomatas estrangeiros que a Rússia queira supostamente recuperar a Ucrânia para a sua assim chamada "zona de influência", e que não se pode acreditar em Moscou.

    "O melhor freio contra o ressurgimento das ambições imperiais e apetites da Rússia é uma Ucrânia democrática, bem-sucedida e independente. Tudo o que Rússia está fazendo hoje em dia na Ucrânia tem um único objetivo: recuperar-nos para a sua assim chamada ‘zona de influência', destruir o Estado ucraniano", declarou Poroshenko na terça-feira (16) discursando na recepção anual aos embaixadores estrangeiros.

    Segundo o presidente ucraniano, tem que se aprender com a história, "que mostra que não se pode acreditar no agressor e ele não pode ser apaziguado".

    "Nunca se pode acreditar no Kremlin, não importa com que regimes ele se disfarça: czarista, comunista ou pseudo-democrata", declarou Poroshenko.

    Kiev acusou várias vezes o Kremlin de interferir nos assuntos internos ucranianos no que diz respeito ao problema de Donbass. A Rússia nega estas acusações e chama-as de inaceitáveis. Moscou sublinha que não é parte do conflito interno ucraniano e que está interessada na sua resolução pacífica.

    O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, destacou que chamar a Rússia de "agressor" contradiz a situação real em Donbass.

    As autoridades da Ucrânia iniciaram em abril de 2014 uma operação militar contra as repúblicas autoproclamadas de Lugansk e Donetsk, que haviam declarado sua independência da Ucrânia em fevereiro de 2014. De acordo com os últimos dados da ONU, mais de 10 mil pessoas já tombaram vítimas do conflito.

    Mais:

    Moscou lamenta ruptura de laços de irmandade entre Kiev e cidades russas
    Moscou está decepcionada com recusa de Kiev em dialogar com sudeste da Ucrânia
    Poroshenko: Kiev deseja evitar escalada das tensões com a Rússia
    Tags:
    agressão, Kremlin, Pyotr Poroshenko, Donbass, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik