09:01 25 Junho 2018
Ouvir Rádio
    USS Carney

    'Missão selfie': destróier norte-americano 'brilha' no mar Negro (FOTOS)

    © flickr.com/ Gonzalo Alonso
    Europa
    URL curta
    572

    Pelo visto, a tripulação do navio de guerra estadunidense USS Carney está desfrutando o tempo de sua permanência no mar Negro. Ao menos, ao julgar pelas fotos divulgadas pelo Pentágono, que mostram os soldados norte-americanos praticando tiros e admirando paisagens noturnas.

    O destróier USS Carney entrou nas águas do mar Negro no dia 6 de janeiro rumo ao porto ucraniano de Odessa.

    O potente navio de guerra da classe Arleigh Burk, equipado com o sistema de controle de armas Aegis e capaz de transportar até 56 mísseis de cruzeiro Tomahawk, já foi visto no mar Negro por várias ocasiões. 

    O objetivo da visita da embarcação norte-americana, tal como a presença da Marinha dos EUA, é "aperfeiçoar a segurança e estabilidade marítima, bem como a coordenação de competências e capacidades navais dos aliados e parceiros".

    Moscou vem fortemente criticando frequentes casos de envio pelos EUA de navios de guerra, equipados, em particular, com sistemas de defesa antimíssil às zonas fronteiriças próximas à Rússia, qualificando-os como provocações.

    Embora no mar Negro não aconteçam incidentes sérios relacionados a interações de militares russos e estadunidenses, no mar Báltico já houve casos de encontros tensos entre os dois países. 

    Talvez o caso mais conhecido tenha acontecido em abril de 2016, quando caças russos Su-24 cercaram o destróier USS Donald Cook, detectando-o a uma distância de 70 quilômetros da base naval russa na zona.

    Mais:

    Arquivos secretos revelam fraude estatal na Ucrânia envolvendo aliados de Poroshenko
    Tudo para 'evitar imprevistos': Rússia posiciona complexos S-400 na fronteira com Ucrânia
    Tags:
    destróier, selfie, USS Carney, mar Negro, EUA, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik