01:24 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Angela Merkel durante discurso de Ano Novo.

    Os alemães raramente estiveram tão divididos, diz Merkel em discurso de Ano Novo

    © REUTERS / Hannibal Hanschke
    Europa
    URL curta
    1150

    Os alemães raramente estiveram tão divididos, afirmou a chanceler Angela Merkel em seu discurso de Ano Novo para 2018.

    O país europeu está em uma espécie de limbo no campo político desde setembro porque Merkel não consegue formar uma coalizão para governar. Sua primeira tentativa, chamada "Coalizão Jamaica", fracassou, e agora a expectativa é de uma aliança com o Partido Social Democrata Alemã (SPD).

    "Alguns estão falando sobre uma divisão que atravessa nossa sociedade", disse a chanceler.

    Merkel reconheceu a preocupação da população, mas disse que o clima é de otimismo.

    Ela afirmou que leva muito a sério o "mandato" investido pelos votos, "especialmente quando o assunto é formar rapidamente um governo estável para a Alemanha no novo ano". Merkel também citou entre suas prioridades a necessidade de proteger a prosperidade, melhorar a educação e o uso de tecnologias digitais, garantir a segurança e fortalecer as famílias e os cuidados dos idosos.

    A chanceler ressaltou a necessidade de os países europeus trabalharem de forma mais próxima para defender as fronteiras externas do continente, comprometendo-se a trabalhar com a França para "tornar a Europa adequada para o futuro".

    Merkel rebateu as críticas de que seria uma "traidora" ao dizer que os cidadãos precisam ter mais foco nos pontos que têm em comum e "respeitarem-se novamente".

    Mais:

    Alemanha: 47% dos alemães querem saída de Angela Merkel
    Merkel se opõe à decisão de Trump sobre Jerusalém
    Alemães estão divididos sobre o futuro de Angela Merkel
    Merkel tenta evitar a realização de novas eleições na Alemanha
    Merkel segue 'caminho destrutivo' e só tem a perder com novas eleições, dizem analistas
    Presa em beco sem saída, Merkel indica que novas eleições vêm aí na Alemanha
    Gregos preferem Putin a Merkel e Trump
    E agora, Merkel? Novas eleições podem ser a saída para impasse na Alemanha
    Tags:
    Angela Merkel, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik