19:56 19 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Polícia negocia com homem que fez duas crianças reféns em agência dos Correios, na Ucrânia. 30 de dezembro de 2017

    Homem que fez duas crianças reféns na Ucrânia é preso e ninguém sai ferido

    © REUTERS / STANISLAV BELOUSOV
    Europa
    URL curta
    210

    A polícia afirma que todos os reféns feitos em agência dos correios na segunda maior cidade da Ucrânia foram libertados

    O chefe da polícia ucraniana, Serhiy Knyazev, informou à imprensa que ninguém ficou ferido após o incidente na cidade de Carcóvia.

    Mais cedo neste sábado (30), um homem não identificado fez reféns em uma agência dos correios. Segundo a mídia local, ele ameaçava detonar um cinto de explosivos que supostamente estaria usando. 

    A polícia não confirmou quantos reféns havia no local, mas afirmou que 3 mulheres e 2 crianças foram libertadas após as negociações. Um menino entrevistado em vídeo postado por jornalista ucraniana contou à repórter que eram 7 reféns no total. Segundo o menino, o homem dizia ter um tumor cerebral e que tratava bem os reféns, oferecendo-lhes chá e café.

    As estações de televisão ucranianas transmitiram imagens do homem sendo levado para fora do prédio pela polícia.

    Em um comunicado no Facebook, o presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, agradeceu à polícia e ao serviço de segurança nacional pela participação na operação.

    Mais:

    Pentágono: o papel e o contingente de militares dos EUA na Ucrânia será o mesmo em 2018
    Armas enviadas à Ucrânia por EUA e Canadá podem acabar nas mãos de terroristas, diz Moscou
    'Passo para a guerra': Rússia opõe-se ao fornecimento de armas letais pelos EUA à Ucrânia
    Ministro alemão: Turquia e Ucrânia não se juntarão à União Europeia no futuro próximo
    Tags:
    reféns, sequestro, Serhiy Knyazev, Pyotr Poroshenko, Carcóvia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar