05:26 15 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras da União Europeia refletidas na entrada do Edifício Berlaymont, sede da Comissão Europeia, em Bruxelas

    Sérvia mais próxima da UE: Grécia, Romênia e Bulgária declaram apoio à candidatura

    © AFP 2019 / GEORGES GOBET
    Europa
    URL curta
    461
    Nos siga no

    Candidata de longa data à União Europeia, a Sérvia pode ver a participação no bloco europeu mais cedo do que imagina. Neste sábado, o país recebeu importantes apoios da Grécia, Bulgária e Romênia, que conjuntamente afirmaram apoiar a entrada do país de modo a "aumentar a estabilidade" na região.

    A declaração foi emitida após um encontro de primeiros-ministros com o presidente sérvio em Belgrado. Durante a ocasião, as autoridades negociaram acordos comerciais, cooperação na área de energia e transporte.

    O primeiro-ministro búlgaro, Boiko Borisov, declarou que "não há melhor caminho para os Bálcãs que não a União Europeia", citado pela Associated Press. Já Alexis Tsipras, premiê da Grécia, disse que a entrada da Sérvia na União Europeia aumentaria a "cooperação para a promoção da paz nos Bálcãs" e que o país "não pode mais continuar fora da família europeia".

    Aliada antiga da Rússia, a Sérvia tenta caminhar cautelosamente entre as duas esferas de poder. Em entrevista à Sputnik Sérvia em abril, o chanceler sérvio, Ivica Dacic explicou que a parte técnica relativa à candidatura à União Europeia deve ser concluída até 2020 e que a adesão dependeria de "decisão política".

    Mais:

    Lavrov lamenta campanha da União Europeia contra centro humanitário russo na Sérvia
    Sérvia quer que União Europeia siga exemplo da Rússia
    Tags:
    Associated Press, União Europeia, Alexis Tsipras, Boiko Borisov, Romênia, Bulgária, Belgrado, Bálcãs, Grécia, Sérvia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar