17:41 05 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    11135
    Nos siga no

    Um dos navios de guerra mais avançados da Marinha Real do Reino Unido interrompeu sua missão no golfo Pérsico depois de ter colapsado, informa a mídia.

    De acordo com The Times, o HMS Diamond, destróier da classe Daring, teve problemas com um de seus propulsores. O navio, no valor de 1.332 milhões de dólares, não poderia ser reparado no mar, por isso precisou regressar pra sua base naval situada em Portsmouth. 

    The Times destacou que este é o "último fiasco" da frota de seis destróieres da Marinha Real britânica. Os outros cinco navios deste tipo, que entraram em serviço há cerca de 8 anos, estão localizados em Portsmouth devido às exigências, escassez de marinheiros e problemas com o motor, causados pelas águas quentes do golfo.

    A falha do HMS Diamond será "especialmente embaraçosa" para as forças armadas britânicas, já que uma equipa de televisão estava a bordo para acompanhar o trabalho e a vida na embarcação. 

    "Podemos confirmar que o HMS Diamond tinha alguns problemas técnicos, mas não podemos dizer sobre o estado material detalhado de nossos navios operacionais e não comentaremos mais sobre o assunto", afirmou o porta-voz da Marinha britânica, citado por The Times.

    A mídia enfatizou que no momento, não há nenhuma outra embarcação da frota britânica capaz de substituir o HMS Diamond. Isto significa que o Reino Unido "não poderia cumprir o compromisso a longo prazo de proporcionar tranquilidade aos aliados da região do golfo", destacou.

    Em novembro de 2016, o destróier HMS Duncan britânico teve um problema similar ao HMS Diamond. Naquele caso, durante as manobras da OTAN, o navio ficou fora de serviço devido a uma falha total de propulsão.

    Mais:

    Efeito do Brexit: Reino Unido perde posição no ranking de maiores economias mundiais
    Avião e helicóptero colidem no céu do Reino Unido; há vítimas mortais (FOTOS)
    Rússia desmente acusações de interferência no Reino Unido
    Tags:
    destróier, falha, navio, Golfo Pérsico, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar