06:51 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldado lituano durante as manobras da OTAN Saber Strike, na Lituânia

    Antes tarde do que nunca: países bálticos resolvem participar da luta contra Daesh

    © AFP 2019 / Petras Malukas
    Europa
    URL curta
    472
    Nos siga no

    Lituânia, Letônia e Estônia planejam lutar contra o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em vários outros países) no Oriente Médio. Trata-se de uma declaração do comandante das Forças Armadas da Lituânia, tenente-general Jonas Vytautas Zukauskas, informou a edição Baltnews.

    A Tupolev Tu-22M3 long-range strategic and maritime strike bomber of the Russian Aerospace Forces during a combat flight to strike the Islamic State infrastructure facilities in Syria by OFAB-25-270 fragmentation high explosive bombs
    © Foto / Ministério da Defesa da Rússia
    De acordo com o tenente-general, os países vinham analisando as possibilidades de criação de um destacamento conjunto para realizar operações especiais, mas, no momento atual, estão discutindo outras formas de colaboração.

    "Primeiramente, pensávamos em formar um esquadrão conjunto, mas os planos mudaram um pouco", afirmou Zukauskas.

    O chefe do Ministério da Defesa lituano, Raimundas Caroblis, enfatizou, por sua vez, que a Lituânia e Letônia se juntarão para criação de um destacamento conjunto de operações especiais, enquanto a Estônia entrará com outros meios de combate. O envio de tropas ao Iraque está agendado para o início do ano que vem. 

    Mais:

    Tropas sírias e iraquianas se reúnem em Al-Bukamal para acabar com Daesh
    Síria continua ofensiva contra Daesh com apoio da Força Aérea russa no vale do Eufrates
    Farpa para a OTAN: o que farão militares russos na Síria após derrota do Daesh?
    Tags:
    luta, Daesh, Lituânia, Letônia, Estônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar