05:29 16 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Show aéreo internacional Farnborough (foto de arquivo)

    Analista explica o que perde show aéreo de Farnborough com veto contra equipamento russo

    © Sputnik / Alexey Kudenko
    Europa
    URL curta
    8130
    Nos siga no

    Organizadores de Farnborough explicaram por que os aviões russos não serão exibidos no show aéreo. Em entrevista ao serviço da Rádio Sputnik, especialista militar, Aleksandr Perendzhiev, assinalou que proibições desta espécie fazem parte da guerra geoeconômica que o Ocidente tem realizado contra a Rússia.

    As restrições em relação aos participantes russos do salão aéreo internacional Farnborough foram introduzidas pela Unidade Conjunta de Controle de Exportações britânica (ECJU), afirmou à Sputnik uma representante dos organizadores.

    De acordo com ela, estas medidas foram impostas devido ao embargo da União Europeia contra importações de armas e material bélico à Rússia e da Rússia.

    Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o especialista milita, Aleksandr Perendzhiev, opinou que, sem a participação de aviões russos, o interesse pelo salão aéreo será perdido. 

    "Sem a participação de nossos aviões, o salão aéreo Farnborough perderá muito, pois grande parte dos visitantes deseja observá-los, incluindo os norte-americanos, britânicos, alemães e franceses. Eles ficam boquiabertos, é um fato. Mas neste caso, parece que [organizadores] não desejam que outros percebam que a Rússia realmente é uma grande nação, inclusive no que se refere a questões de desenvolvimento de seu material bélico aéreo", assinalou Aleksandr Perendzhiev.

    De acordo com ele, as limitações em relação aos participantes da Rússia fazem parte da guerra geoeconômica que o Ocidente realiza contra a Rússia.

    "A economia é utilizada para cumprir metas políticas. Por isso, neste caso, trata-se não somente de competição desonesta, mas também de guerra geoeconômica contra a Rússia, que já inclui sanções, proibição de participar de exibições, tudo o que envolve esporte e assim por diante. Precisamos aprender a resistir, já que nenhuma organização como a OMC [Organização Mundial do Comércio] nos ajudará. […] Neste caso, esta ferramenta é incapaz de impedir a guerra geoeconômica. […] Como se diz, é preciso aprender a lutar e vencer. Não temos outra saída", ressaltou Aleksandr Perendzhiev.

    Mais:

    Motores para aviões franco-russos visam conquistar mercado chinês
    Crimeia pode se tornar plataforma para construção de poderosos porta-aviões russos
    Tags:
    show aéreo, aviões, Reino Unido, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar