21:21 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Trabalhador em refinaria de petróleo

    Fundo de investimentos da Noruega não vai mais colocar dinheiro em combustíveis fósseis

    © AP Photo/ Hasan Jamali
    Europa
    URL curta
    222

    O Fundo Soberano da Noruega, a maior carteira de investimentos do planeta, pretende alienar todos e quaisquer interesses na extração, processamento e venda de combustíveis fósseis. O anúncio surpreendeu mercados financeiros em todo o mundo.

    O movimento foi encarado como o prenúncio de um dos maiores incentivos para a exploração de energia sustentável. Grupos ambientais celebraram o movimento, prevendo que a decisão deve ajudar a limitar os efeitos do aquecimento global por mudanças climáticas induzidas pelo homem como resultado da queima de combustíveis fósseis.

    "Esta é uma enorme mudança", argumentou Mindy Lubber, chefe da Ceres, um grupo de investimento sustentável sem fins lucrativos.

    "As pessoas estão começando a reconhecer os riscos de petróleo e gás", apontou Jason Disterhoft da Rainforest Action Network, um grupo que busca influenciar lideranças corporativas em questões de clima e biodiversidade.

    Ambientalismo ou preocupação com lucros?

    Os gerentes do fundo mantêm, no entanto, que eles simplesmente estão sendo financeiramente prudentes, segundo a Bloomberg.

    "Nossa perspectiva aqui é espalhar os riscos para a riqueza do estado", afirmou Egil Matsen, um dos principais diretores financeiros que administra o fundo. "Nós podemos fazer isso melhor ao não adicionar o risco do preço do petróleo através do fundo".

    Os movimentos serão cautelosos no início, sugerem analistas regionais de energia.

    "Estamos falando de anos em vez de meses ou trimestres", disse o porta-voz da Rystad Energy, Per Magnus Nysveen. "Isso não tem nada a ver com o meio ambiente", acrescentou Nysveen, sugerindo que a alienação representa o resultado de um "debate puramente financeiro".

    Tags:
    combustíveis fósseis, investimento estrangeiro, aquecimento global, investidores, petróleo, Sovereign Wealth Fund, Rystad Energy, Ceres, Per Magnus Nysveen, Egil Matsen, Jason Disterhoft, Mindy Lubber, Noruega
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik