12:29 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Sinal que avisa sobre a zona de exclusão por contaminação radioativa

    Nuvem nuclear sobre a Europa: qual é sua origem?

    © flickr.com/ Nuclear Regulatory Commission
    Europa
    URL curta
    1 0 0
    Nos siga no

    As infraestruturas de energia nuclear do Cazaquistão não têm nenhuma relação com a nuvem de radiação que surgiu na Europa.

    O vice-presidente do Comitê do Controle Atômico e Energético do Ministério da Energia do Cazaquistão, Timur Zhantikin, declarou à Sputnik Cazaquistão que no país não houve vazamento nuclear.

    "Nuvem radioativa? Não registramos nada, não sabemos nada. Os sensores não registraram nenhuma nuvem radioativa. Não temos relatórios sobre o assunto", disse Zhantikin ao telefone.

    No Comitê para Situações de Emergência também refutaram a informação.

    "Os nossos departamentos territoriais não receberam nenhuma informação desse tipo, nós telefonamos a todos", disse à Sputnik Cazaquistão o representante oficial do comitê, Ruslan Imankulov.

    A Sputnik pediu comentários ao Ministério da Energia cazaque, onde em resposta pediram que eles fossem solicitados por escrito.

    Antes, a agência de notícias Reuters comunicou, se referindo ao Instituto de Segurança Nuclear e Radioativa da França, que a nuvem radioativa que apareceu sobre a Europa nas últimas semanas mostra que numa das instalações nucleares da Rússia ou do Cazaquistão poderia ter ocorrido um acidente na última semana de setembro. Segundo comunicou à Reuters o diretor-geral-adjunto do Instituto, Jean-Marc Pérès, as autoridades russas declararam que desconhecem qualquer acidente no seu território.

    Segundo a avaliação do Instituto, o vazamento foi grave e, se um acidente de tal escala tivesse acontecido na França, as pessoas precisariam evacuar ou se proteger nas coberturas de proteção em um raio de vários quilômetros do local do acidente, nota a agência.

    Mais:

    Por que antigos reatores nucleares chineses na África representam um risco ao mundo?
    Nova provocação? Satélites detectam movimentações para teste nuclear na Coreia do Norte
    Novos testes e ogivas nucleares: Coreia do Sul alerta para os próximos passos de Pyongyang
    Tags:
    nuvem, objeto, nuclear, radiação, acidente, Europa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar