20:15 07 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    934
    Nos siga no

    O anúncio por parte da OTAN, de um acordo para melhorar e facilitar o deslocamento das forças militares entre seus membros é "uma ameaça para a União Europeia" que também pode aumentar as tensões da Aliança Atlântica com a Rússia, acredita o eurodeputado da Esquerda Unida, Javier Couso.

    "A OTAN pretende estabelecer uma espécie de Schengen militar na Europa que aumentará as tensões com Rússia", assegurou o deputado, segundo consta o comunicado divulgado pelo seu partido.

    Couso vê a criação dessa zona de "liberdade de movimentos tanto de tropas como de armamento" como um meio que permitirá a Aliança Atlântica "não ser limitada pelas disposições dos Estados em matéria de transporte militar".

    Apesar da recente declaração do secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, da qual as medidas visam "melhorar a mobilidade de forças militares na Europa", Couso considera que a consequência principal desta decisão será o aumento das tensões com Moscou.

    Segundo o eurodeputado, a OTAN tem a "nítida vontade" de "dispor das tropas e armas no menor tempo e com o menor número de obstáculos possíveis nas zonas de atrito com a Rússia".

    "Se aumentarmos a presença militar, o oponente, neste caso a Rússia, irá responder de igual modo", destacou, avisando que assim, os acordos de controle de armas estratégicas e tácticas estarão em perigo.

    Ao mesmo tempo, o deputado expressou seu lamento quanto à "imposição da visão dos EUA, em vez da europeia", que deveria ser "mais sossegada" e "basear-se em apoio da paz e harmonização com um vizinho como a Rússia".

    Mais:

    OTAN terá nova estrutura de comando para mobilizar tropas pela Europa
    OTAN criará base militar em Montenegro?
    'Ameaça russa' abre olho da OTAN para progresso militar da infraestrutura civil europeia
    Escudo do Báltico e novo comando: OTAN indica caminhos contra 'ameaça russa'
    Pesquisa: quase 60% dos finlandeses se opõem que o país integre a OTAN
    'OTAN planeja criar bases militares em Montenegro para controlar o Mediterrâneo'
    Tags:
    tensões, movimento, liberdade, presença militar, escalada, tropas, armamentos, Parlamento Europeu, União Europeia, OTAN, Europa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar