14:08 16 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Manifestantes do Montenegro participam no protesto contra a adesão do país à OTAN

    Opinião: OTAN não assumirá responsabilidade pelos crimes de seus soldados em Montenegro

    © REUTERS / Stevo Vasiljevic
    Europa
    URL curta
    706

    Governo de Montenegro aprovou o projeto de lei sobre a confirmação de uma série de acordos com a OTAN que garantem à Aliança muitos privilégios.

    Assim, os militares, se violarem alguma regra ou lei em Montenegro, serão responsabilizados criminal ou disciplinarmente perante o país que os enviou.

    Além disso, Montenegro se obriga a desistir de quaisquer solicitações de compensações por danos que os soldados da OTAN possam causar em bens das Forças Armadas de Montenegro.

    O Ministério da Defesa do país destaca que não há nada de surpreendente e que este acordo foi assinado por todos os países da Aliança, mas ninguém menciona que os soldados da OTAN são conhecidos pelo seu comportamento escandaloso.

    A Sputnik Sérvia falou com o jornalista Marko Vesovic que, por sua vez, sublinha que se trata da aceitação de regras do jogo que nenhum país que dá valor à sua soberania deve aceitar.

    "Nós podemos encontrar uma situação em que um soldado da OTAN comete um crime, mas tudo será explicado pelo cumprimento de funções de serviço ou dos objetivos definidos no acordo e ninguém assumirá responsabilidade por isso", advertiu o interlocutor da Sputnik.

    O jornalista acrescenta que muitos cidadãos de Montenegro consideram "nefasta" a adesão do país à Aliança. Ele afirma que não se pode excluir que o exército de Montenegro vire definitivamente um destacamento auxiliar nos Bálcãs nas mãos das forças ocidentais.

    "Somos testemunhas de um ato de violência política e legal. Acredito que a maioria dos cidadãos racionais de Montenegro nunca aceitariam a assinatura deste tipo de leis, tendo em consideração a composição reduzida do parlamento, que por muito tempo está sendo boicotado pela oposição", resumiu o jornalista.

    Mais:

    Agora é oficial: Montenegro é o mais novo membro da OTAN
    Parlamento de Montenegro votou a favor da adesão à OTAN
    Montenegro pede para OTAN salvá-la da 'mão do Kremlin'
    Tags:
    crimes, soldados, OTAN, Montenegro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar